Política

11 de agosto de 2020 08:17

Fabiana Pessoa toma posse nesta terça-feira (11)

Semana política inicia em Arapiraca com confusão por causa da posse e o segundo maior município de Alagoas ficou sem prefeito

↑ Fabiana Pessoa assina o protocolo que assegura a sua posse de prefeita para esta terça em Arapiraca (Foto: Assessoria)

A luta pelo comando da Prefeitura de Arapiraca segue cada dia mais complicada, e o que era para ser um ato de posse acabou se transformando num episódio de constrangimento para os representantes da Câmara de Vereadores e aliados da futura prefeita Fabiana Pessoa (Republicanos).

Com o falecimento do prefeito Rogério Teófilo (PSDB), na última sexta-feira (7), em decorrência de complicações de um câncer no pâncreas, a vice-prefeita Fabiana Pessoa, que é esposa do deputado federal Severino Pessoa (Republicanos), deveria ter assumido o cargo no dia de ontem (10), em ato de posse comandada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Jario Barros (PROS).

Ocorre que, ao chegar à sede do Poder Legislativo Municipal, Fabiana Pessoa encontrou o prédio fechado, uma vez que o presidente publicou um decreto de luto oficial por três dias, em razão do falecimento do prefeito Rogério Teófilo.

Apenas um procurador jurídico e uma servidora da Câmara de Vereadores estavam no local e assinaram o protocolo do documento, trazido pela assessoria da futura prefeita de Arapiraca.

O representante jurídico de Fabiana Pessoa, advogado Moisés Balbino Neto, disse que entraria com um mandado de segurança junto ao Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), para assegurar os direitos constitucionais de sua cliente.

Por conta de todo esse imbróglio, no final da manhã de ontem, o presidente da Câmara de Vereadores, Jario Barros, e após a defesa da vice-prefeita Fabiana Pessoa divulgar que ele não havia sido localizado para dar andamento ao trâmite da posse, Barros emitiu uma nota à imprensa, anunciando que a posse da futura prefeita ocorrerá na manhã desta terça-feira (11), a partir das 11 horas.

No início da tarde de ontem, servidores da Câmara Municipal de Arapiraca, protocolaram junto à vice-prefeita um documento oficializando sua posse no cargo de prefeita para que a possa ocorra hoje. Fabiana Pessoa será a segunda mulher na história a assumir a Prefeitura de Arapiraca.

Ainda segundo a nota, o ato de posse ocorrerá independentemente de sessão legislativa, uma vez que a Câmara decretou luto oficial de três dias pela morte do prefeito Rogério Teófilo.

Secretários denunciam coação de vice-prefeita contra seguranças

 

Como se não bastasse toda confusão da posse que não aconteceu, aliados do ex-prefeito Rogério Teófilo e de Fabiana Pessoa travaram uma nova contenda, dessa vez na gestão do prédio do Centro Administrativo Municipal.

Antônio Lenine é um dos secretários que assinou a nota informando a postura da atual vice-prefeita (Foto: Assessoria)

Uma nota de repúdio, assinada ontem (10) pelos secretários municipais de Gestão, Agricultura e Assistência Social, Lenine Pereira, Carlos Lúcio e Anadja Almeida, respectivamente, denunciava uma suposta ingerência de Fabiana Pessoa, que, segundo ele, teria enviado assessores até a sede do Centro Administrativo Municipal, na noite de domingo (9), para pedir aos seguranças patrimoniais que não permitissem a entrada de nenhum servidor no prédio, na segunda-feira pela manhã, até que a futura prefeita fosse empossada no cargo.

Fabiana repudiou a nota negou todas as afirmações contidas no documento assinado pelos três secretários, que deverão ser exonerados do cargo, nesta terça-feira, juntamente com todos os outros gestores municipais e servidores com cargos em comissão indicados pelos apoiadores do ex-prefeito.

A maior expectativa nesta terça-feira (11) é que, além da posse de Fabiana Pessoa, no cargo de prefeita de Arapiraca, o meio político aguarda com ansiedade o anúncio dos nomes dos novos secretários municipais de governo e como ficará a relação da nova prefeita com a Câmara Municipal, onde seu grupo não conta com nenhum representante para defender os projetos de governo pelos próximos quatro meses e vinte dias.

Nesse período, Fabiana já avisou que vai disputar a reeleição. “Ela quer serenidade e conciliação para o enfrentamento dessa crise que Arapiraca está passando, para superar os obstáculos”, afirmou o seu representante jurídico, o advogado Moisés Balbino.

CÂMARA

Outra expectativa é sobre apoio que a nova prefeita de Arapiraca terá na Câmara de Vereadores. Fabiana precisará de habilidade para contar com uma base forte com vistas às aprovações de projetos que são enviados pela gestão municipal e que necessitam da aprovação dos vereadores.

 

Fonte: Tribuna Independente / Davi Salsa

Comentários

MAIS NO TH