Política

5 de junho de 2020 07:58

Renan Filho segue sem pretensão de adotar lockdown em Alagoas

Governador admite receber pressões para flexibilizar medidas de isolamento e destaca que fechamento total não está na pauta

↑ Governador Renan Filho (Foto: Sandro Lima/arquivo)

O governador Renan Filho (MDB) segue sem a pretensão de adotar lockdown em Alagoas para o combate à pandemia de covid-19. À Tribuna, contudo, ele afirma não descartar a ideia.

“Não adotaremos nesse momento”, resume Renan Filho.

Na edição de 15 de maio da Tribuna, Renan Filho argumentou que só poderá haver flexibilização das medidas de isolamento caso a curva de contágio da covid-19 baixe. Ele também destacou que não há previsão de quanto tempo o isolamento social vai durar em Alagoas.

“O tempo com medidas [de isolamento] ninguém sabe. Enquanto a ciência e infectologistas recomendarem, elas serão adotadas. Isso também vai depender da colaboração de todos. A curva epidemiológica precisa achatar para a gente flexibilizar”, disse o governador.

Em entrevista à Rádio Difusora, nesta quinta-feira (4), o governador admitiu receber pressão de diversos setores para relaxar as medidas de isolamento social. Sobre o início do fim da pandemia, em tese, quando as medidas começam a ser relaxadas, Renan Filho falou que “o novo normal, mesmo após o pico, será com as pessoas usando máscaras. O novo normal não pode colapsar porque não podemos negociar vidas”.

A Tribuna também contatou o médico Fernando Maia, da Sociedade Alagoana de Infectologia, mas até o fechamento desta edição não houve resposta.

RANKING DE ÓBITOS

Até a quarta-feira (3), Alagoas registrou 506 mortes em decorrência da covid-19, número que colocou o estado em 10º lugar no ranking nacional. Os dados podem ser conferidos no site “Painel Covid-19 em Alagoas”, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

Na relação por 100 mil habitantes, Alagoas aparece em 11º lugar com mais mortes por covid-19, com taxa de 15,16.

Comentários

MAIS NO TH