Política

2 de junho de 2020 15:11

Depois da polêmica sobre EPIs, vereadores preparam relatório sobre vistoria em armazém

Léo Saturnino e Fábio Henrique só conseguiram entrar no prédio com a chegada da imprensa

Os vereadores Léo Saturnino e Fábio Henrique (ambos do MDB) estão preparando um relatório sobre a vistoria realizada nesta terça-feira (2), no armazém que funciona como depósito de materiais da Prefeitura de Arapiraca.

Após muita polêmica, os vereadores conseguiram entrar no prédio, depois de convocaram a imprensa e denunciarem que haviam sido impedidos de entrar no depósito, localizado no Distrito Industrial de Arapiraca. O objetivo dos vereadores era fiscalizar a compra dos EPI’s e demais insumos anunciados pelo gestão do prefeito Rogério Teófilo (PSDB) para o enfrentamento  à Covid-19 no município.

Secretário e polícia

Assim que chegaram ao depósito, funcionários impediram os vereadores de entrar na área  interna do depósito. A Polícia Militar e o Ministério Público foram acionados para negociar o acesso dos vereadores ao local.

O secretário de Saúde, Glifson Magalhães, também esteve no local.

Segundo Magalhães,  os vereadores teriam de enviar ofício solicitando o agendamento das visitas.

Por outro lado, Léo Saturnino e Fábio Henrique  afirmaram que são funcionários públicos do Poder Legislativo e têm a missão de fiscalizar e acompanhar de perto todos os gastos públicos realizados pela Prefeitura de Arapiraca.

Para Léo Saturnino, a gestão do prefeito Rogério Teófilo tem que agir de forma transparente, permitindo, segundo ele, que os vereadores tenham livre acesso para fiscalizar onde estão sendo aplicados os recursos enviados pelo governo federal para a aquisição exclusiva de insumos no combate ao avanço do coronavírus. Os recursos federais totalizam R$ 8,7 milhões.

 


 


 

Comentários

MAIS NO TH