Política

28 de maio de 2020 16:51

É falso que há falta de medicamentos em unidades de saúde de Maceió

Prefeitura e Secretaria de Estado da Saúde esclarecem que informação não procede

↑ Vídeo foi gravado por um ex-candidato ao cargo de senador por Alagoas (Imagem: Agência Alagoas)

Circula nos grupos de WhatsApp um vídeo gravado por um ex-candidato ao cargo de senador por Alagoas, no qual ele diz que medicamentos contra a Covid-19 não estão sendo fornecidos pelas unidades básicas de saúde de Maceió. A informação é falsa.

“Enquanto o rico vai pras farmácias e compra sua medicação, compra o remédio contra o Covid, o pobre sai daqui [aponta para o Centro de Triagem] com uma receita, sem a medicação. É um absurdo o que está acontecendo nas unidades de saúde pública de Maceió. As pessoas estão saindo com a receita na mão e infelizmente sem a medicação”, diz em parte do vídeo.

Tanto a Prefeitura, quando a Secretaria de Saúde de Alagoas (Sesau) disseram que a informação não procede. A Sesau esclareceu ainda que, após o atendimento nas Centrais de Triagem, a depender dos sintomas apresentados, uma receita médica é prescrita e o paciente orientado a cumprir isolamento domiciliar. Esse medicamento pode ser retirado na farmácia da própria unidade ou adquirido por conta própria do paciente.

“Durante o atendimento médico, quando há a constatação de que o paciente foi detectado com a Covid-19, o médico responsável pela consulta assina um Termo de Declaração de Isolamento (TDI) indicando ao paciente 14 dias de isolamento e receituário, com todos os procedimentos de medicação”, explicou a Sesau.

Vale ressaltar que nenhum medicamento pode ser retirado das farmácias dos Centros de Triagem, ou em unidades de saúde, sem que seja apresentada uma receita prescrita pelo médico que atendeu o paciente naquela unidade. No caso dos pacientes com indicação para o uso de Hidroxicloroquina, tanto o médico quanto o paciente precisam assinar um Termo de Responsabilidade Médica contendo informações sobre os efeitos colaterais desse medicamento.

“Com o paciente ciente e sobre as reações da Hidroxicocloroquina, o Termo de Responsabilidade Médica (TRM) é assinado tanto pelo médico quanto pelo paciente. O medicamento é disponibilizado ao paciente nas farmácias das Centrais de Triagens com a apresentação da receita”, afirmou.

Alagoas Sem Fake

Com foco no combate à desinformação, a editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890. Clique aqui para enviar agora.

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH