Política

10 de abril de 2020 10:39

Bolsonaro faz novo passeio nas ruas após deixar hospital das Forças Armadas

Presidente passeiou Presidente passeou pelo comércio de Brasília na tarde desta quinta-feira comeu "sonho" em padaria e abraçou apoiadores nas ruas da capital do país

↑ Bolsonaro ironizou ao ser perguntado sobre ida à farmácia: " fui fazer teste de gravidez"

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deixou o Palácio da Alvorada na manhã desta sexta-feira santa (10/04) e foi ao Hospital das Forças Armadas (HFA), no Cruzeiro.

O chefe do Executivo saiu da residência presidencial sem o comboio oficial, que normalmente o acompanha nos compromissos.

Ele usou uma estrada de chão alternativa, paralela ao Lago Paranoá, com saída pela residência oficial da Vice-Presidência. Normalmente, o caminho é utilizado pela comitiva para despistar a imprensa.

A ida ao HFA não está na agenda oficial do presidente, segundo a assessoria de imprensa. A última vez que Bolsonaro esteve no hospital foi em 29 de março, poucos dias após o retorno da viagem aos Estados Unidos. Desta vez, ele fez uma visita ao corpo médico da unidade de saúde.

Sonho

Nessa quinta-feira (09/04), o presidente quebrou o isolamento social e foi a uma padaria na 302 Norte, em Brasília. A presença de Bolsonaro provocou uma aglomeração no local.

Acompanhado do filho e deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o presidente comeu um sonho e tomou refrigerante. O chefe do Executivo não usou máscara enquanto esteve no local.

Novo passeio

Jair Bolsonaro voltou a abusar da irresponsabilidade nesta sexta-feira 10 e passeou por áreas comerciais e residenciais de Brasília, em claro desrespeito às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) em meio à pandemia do coronavírus.

Primeiro, ele foi ao Hospital das Forças Armadas (HFA), depois a uma farmácia e, por fim, a um prédio residencial no setor Sudoeste.

Apoiadores se aglomeraram para ver Bolsonaro – que, inclusive, apertou a mão de alguns deles.Mas o presidente, a exemplo do que aconteceu na véspera, também foi alvo de um panelaço e ouviu palavrões.

Questionado por jornalistas sobre a ida a farmácia, o presidente, em tom de brincadeira, disse que foi fazer um teste de gravidez.Cercado de pessoas, Bolsonaro ouviu novos apelos para abrir o comércio e “botar o povo pra trabalhar”.

Fonte: Metrópoles

Comentários

MAIS NO TH