Política

7 de abril de 2020 07:37

Novo decreto de isolamento social passa a vigorar nesta terça-feira (7)

Governador Renan Filho mantém medidas para buscar achatar curva de contágio do coronavírus

↑ Governador Renan Filho (Foto: Sandro Lima / Arquivo)

O novo decreto de isolamento social em Alagoas passa a vigorar a partir de terça-feira (7). Com teor basicamente igual ao anterior, a diferença está no período de suspensão de atividades escolares por mais tempo: até o dia 30 de abril. Os demais espaços, majoritariamente comércio, seguem apenas com entregas e “pegue e leve” até o dia 20 deste mês.

“Ficam suspensas todas as atividades educacionais presenciais nas escolas, universidades e faculdades das redes de ensino pública e privada no Estado de Alagoas, a partir da 0 (zero) hora do dia 07 de abril até as 23:59h do dia 30 de abril, sem prejuízo do cumprimento do calendário letivo”, diz o artigo 6º do Decreto 69.624, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de segunda-feira (6).

O decreto ainda determina como obrigatório o isolamento – por 14 dias – de pessoas com “todos os casos de síndrome gripais, sem sinais de gravidade, independente de confirmação laboratorial, definidos em ato médico dentro da Rede Pública ou Privada”, e “a todos os cidadãos, com retorno de viagem nacional e internacional, contado a partir da data do efetivo desembarque, aéreo ou rodoviário, no Estado de Alagoas”.

AGLOMERAÇÕES

O novo decreto flexibiliza algumas atividades econômicas. Segundo Renan Filho, elas não podem gerar aglomeração de pessoas.

“Deixamos mais claro que profissional liberal, que gera aglomeração, pode trabalhar, desde que não gere aglomeração. Às atividades que aglomeram pessoas demos mais um prazo para preparar Alagoas cada vez mais. Vale ressaltar que medidas semelhantes têm sido adotadas em todos os estados do Brasil”, disse o governador durante contato com a imprensa por meio de transmissão ao vivo.

A prorrogação das medidas de isolamento social foi divulgada pelo governador Renan Filho (MDB) ainda no domingo (5). “Segui mais uma vez a ciência e nossos melhores profissionais de saúde para preservar vidas alagoanas”, justificou.

No DOE, o governador Renan Filho destacou o aumento de casos no país, “o que culmina com a necessidade de redução da circulação de pessoas e ações mais restritivas no sentido de barrar o avanço da disseminação da doença, preservando a saúde da população alagoana, especialmente das pessoas mais vulneráveis pela contaminação”.

As medidas de isolamento social têm sido adotadas pelos governadores do país como forma de achatar a curva de contágio pelo coronavírus.

Fonte: Tribuna Independente / Carlos Amaral

Comentários

MAIS NO TH