Política

26 de março de 2020 08:33

Presidente do Banco do Brasil diz que vida não tem ‘valor infinito’

Alegando que "depressão econômica também mata muita gente, principalmente os mais pobres", Rubem Novaes se alinhou às críticas de Bolsonaro ao isolamento social

↑ Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil (Foto: Adriano Machado/Reuters

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, adotou a mesma linha crítica de Jair Bolsonaro às medidas de prevenção à infecção por coronavírus.

Em mensagem em um grupo de WhatsApp, Novaes disse que “é bobagem” considerar que a vida tem “valor infinito”. Ele opinou em um grupo de Watshapp que o vírus tem que ser balanceado com a atividade econômica, informa a coluna Painel da Folha de S.Paulo.

Novaes, em linha com Bolsonaro, diz que o confinamento prolongado “causará depressão econômica com efeitos piores que os da epidemia” e que “a depressão econômica também mata muita gente, principalmente entre os mais pobres”.

Fonte: Brasil 247

Comentários

MAIS NO TH