Política

25 de março de 2020 08:41

Globo acusa Bolsonaro de irresponsável e faz JN em ritmo de impeachment

Principal telejornal do Brasil adotou tom de ataque após fala do presidente

↑ Jornal Nacional adotou tom de impeachment após pronunciamento de Jair Bolsonaro sobre coronavírus (Foto: Reprodução)

A edição do Jornal Nacional sobre o pronunciamento de Jair Bolsonaro a respeito da crise do coronavírus foi o mais duro ataque da Globo a ele. William Bonner afirmou, em tom editorial: “Em pronunciamento em rede nacional de televisão agora há pouco, o presidente Jair Bolsonaro contrariou tudo o que especialistas e autoridades sanitárias do Brasil e do mundo têm pregado como forma de evitar que o novo coronavírus se espalhe. Bolsonaro criticou o pedido para que todos aqueles que possam fiquem em casa. Bolsonaro culpou os meios de comunicação por espalhar a sensação de pavor e disse que se ele contrair o vírus, não pegará mais que uma gripezinha”.

Em tom grave, os apresentadores William Bonner e Renata Vasconcellos apresentaram trechos do pronunciamento para em seguida listarem a reação da sociedade e do mundo político. As palavras usadas foram “perplexidade”, “irresponsável”, “grave”. O maior destaque foi à nota do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que considerou “grave” a posição de Bolsonaro. O trecho lido no Jornal Nacional afirma: “Neste momento grave, o País precisa de uma liderança séria, responsável e comprometida com a vida e a saúde da sua população. Consideramos grave a posição externada pelo presidente da República hoje”.

O Jornal Nacional aconteceu em ritmo de impeachment, sem que a palavra tenha sido pronunciada. O programa encerrou-se com os panelaços que, segundo Renata Vasconcellos, “aconteceram em todo o Brasil”.

Assista a dois trechos do Jornal Nacional:

 

Fonte: Brasil 247

Comentários

MAIS NO TH