Política

21 de janeiro de 2020 10:00

Moro confirma submissão a Bolsonaro: ‘não contrario o presidente’

Ministro da Justiça e Segurança Pública participou do programa Roda Vida

↑ Jair Bolsonaro e Sergio Moro (Foto: José Cruz/ABR)

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, confirmou a submissão a Jair Bolsonaro, durante entrevista no Roda Vida, nesta segunda-feira (20). “Não contrario publicamente o presidente”, disse.

Um dos editores do site Intercept Brasil, o jornalista Glenn Greenwald alertou para mentiras de Moro na sabatina. “Compare a mentira que Moro acabou de contar sobre o que os chats #VazaJato mostraram sobre como ele mandou as operações de PF com o que eles realmente mostram. Ele mentiu completamente. Não consigo lembrar de políticos que mentem tão facilmente com ele”, escreveu ele no Twitter.

Depois, em rápida entrevista ao portal Uol, o ex-juiz negou haver ruptura institucional no primeiro ano do governo. “Os boatos foram exagerados, nunca existiu esse risco. Ao meu ver, esse episódio sequer existiu dessa forma”, afirmou.

Após o ministro criticar uma decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, sobre Coaf que beneficiava o senador Flávio Bolonaro, o pai do parlamentar, Jair Bolsonaro, decidiu demitir o ex-juiz, mas o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, o convenceu a voltar atrás, de acordo com informações do livro Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos, da jornalista Thaís Oyama.

Em texto publicado em seu blog, o jornalista Renato Rovai disse que Moro chorou ao saber que seria demitido.

Fonte: Brasil 247

Comentários

MAIS NO TH