Política

19 de novembro de 2019 15:57

Em seminário da AMA e CNM, IBGE anuncia processos seletivos dentro dos municípios

Profissionais de cargos temporários de supervisão e recenseamento, a partir de fevereiro de 2020, irão monitorar dados, panoramas e indicadores dentro do Estado

↑ (Foto: Imprensa AMA)

O programa CNM Qualifica, realizado por todo país, instruiu gestores para o impacto do Censo Demográfico 2020 na definição do coeficiente do Fundo de participação dos Municípios (FPM), nesta terça (19), em parceria com a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA). No seminário, com mais de 100 participantes, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou processos seletivos para os profissionais de cargos temporários de supervisão e recenseamento, a partir de fevereiro de 2020, que irão monitorar dados, panoramas e indicadores dentro do Estado.

“Precisamos garantir que nosso técnico, ou nosso recenseador, irá passar em todos os domicílios dos 102 municípios alagoanos. Com o padrão de registros, o IBGE conseguiu construir uma metodologia de controle com o cadastro de endereços. No próximo ano, em fevereiro e março, o Instituto irá liberar editais para dois cargos temporários. Iremos selecionar, aproximadamente, 500 pessoas entre supervisores e gerentes nos postos de coleta, sem contar os recenseadores, que serão mais de duas mil pessoas dentro do Estado”, explica o Chefe da Unidade Estadual do IBGE, em Alagoas, Alcides Jeronimo de Almeida Tenório.

Nas próximas reuniões, o IBGE irá conduzir o planejamento para “treinamento e contratação de pessoal, montagem de postos de coleta e a prática em campo para produção dos dados. Os municípios podem ajudar a nossa equipe com transporte e divulgação”, sinaliza o assessor do IBGE, David Montero.

Em evento gratuito, a Confederação Nacional de Municípios – CNM dedicou a programação aos gestores e servidores municipais para o apoio, por exemplo, nas ferramentas de monitoramento dos registros. O gerente de apoio institucional da AMA, Pedro Ferro, conta que é “fundamental que municípios participem das qualificações para melhoria das políticas públicas. Na Associação, com outras parcerias, temos o orgulho de capacitar mais de 1,5 mil gestores e servidores neste auditório. É necessário que os municípios tragam as demandas para produção de mais cursos”.

O coordenador de Estudos Técnicos, Hilton Silva, explica que a CNM trabalha para reduzir os prejuízos às administrações locais para um questionário básico mais enxuto que será aplicado aos domicílios brasileiros e, consequentemente, alagoanos. “O censo demográfico é um tema relevante para o próximo ano, onde iremos resolver algumas discrepâncias nas estimativas populacionais. O nosso projeto agradece o apoio da AMA para divulgação da importância”, finaliza.

Fonte: Imprensa AMA

Comentários

MAIS NO TH