Política

22 de outubro de 2019 09:59

Professor bolsonarista, acusado de incitar protesto, se defende em Arapiraca

Josesmu Rocha utilizou as redes sociais para explicar sua participação no protesto dos estudantes

↑ Josesmu Rocha disse apenas que colocou o carro e o som à disposição dos estudantes Foto: redes sociais

A participação do professor Josesmu Rocha, que faz parte da Juventude do PSL em Arapiraca, no protesto de estudantes ocorrido, ontem (21), no centro de Arapiraca, continua gerando muita polêmica em toda a cidade.

Dois sites de notícias locais publicaram matéria com a foto do professor no meio do protesto, que, segundo a Gerência Regional de Ensino (Gere), foi realizado sem propósito, uma vez que mais de 90% dos veículos de transporte escolar estavam circulando para atender os alunos da rede estadual em Arapiraca e outras cidades da região.

Ainda de acordo com a Gerência, do total de 36 veículos, 33 realizavam as rotas normalmente.

Nas matérias publicadas pelos dois sites locais mostram o perfil do professor Josesmu Rocha nas redes sociais com fotografias ao lado do presidente do diretório municipal do partido, Abelardo Silva, e do advogado Cláudio Canuto, apontado como possível candidato a prefeito de Arapiraca nas eleições de 2020.

Por conta de toda essa polêmica, Josesmu Rocha utilizou as redes sociais para fazer a defesa. Ele criticou os sites de notícias, afirmando que publicaram a informação de forma desonesta, tentando desqualificar o protesto dos estudantes.

“Na matéria, buscaram ligar minha pessoa a questões político-partidárias, distorcendo os fatos e criando narrativas tendenciosas”, afirmou.

Ainda na publicação, o professor diz que passou pelos alunos e prestou solidariedade no protesto. “Coloquei à disposição o meu carro e o som com microfone que uso para eventos familiares”, frisou Josesmu Rocha, acrescentando que o ato foi organizado pelos alunos.

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH