Política

16 de outubro de 2019 17:13

Ministro do Meio Ambiente visita praias de Japaratinga atingidas por manchas de óleo

Ricardo Salles veio de helicóptero verificar situação em várias praias do litoral alagoano

↑ Ministro em Japaratinga (Foto: Maurício Silva / Cortesia)

A grande quantidade de manchas de petróleo cru que chegaram às praias de Japaratinga desde a tarde de terça-feira (15) atraiu a atenção do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que chegou por volta das 15h45 da tarde desta quarta-feira (16) na cidade, acompanhado do vice–governador Luciano Barbosa e de várias autoridades municipais, com o objetivo de monitorar as manchas de óleo que estão invadindo as praias do nordeste. No Litoral Norte, Japaratinga é um dos municípios que mais foram atingidos pelo desastre ambiental, com uma quantidade impressionante do óleo.

O ministro, que desembarcou no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, por volta das 14h, veio de helicóptero verificar a situação em Japaratinga e outras praias do litoral alagoano. Com o ministro veio também o secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Fernando Pereira, e representantes do Instituto do Meio Ambiente.

As manchas de petróleo cru que chegaram às praias de Porto da Rua e do Toque, em São Miguel dos Milagres, na manhã de segunda-feira (14), em pouca quantidade, foram imediatamente recolhidas por funcionários da Prefeitura Municipal. Idêntica situação com o óleo aconteceu em algumas praias de Porto de Pedras. Na Barra de Camaragibe, a quantidade foi bem maior. E na praia de Tabuba, na Barra de Santo Antônio, a quantidade foi maior ainda, tanto que recebeu a visita de técnicos do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Mas o que se viu na terça no final da tarde nas famosas praias de Pontal do Boqueirão e Barreiras do Boqueirão, além de Bitingui, em Japaratinga, foi realmente uma quantidade impressionante. O ministro garantiu que o governo vai fazer todo o possível para minimizar os danos nas praias nordestinas.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH