Política

15 de outubro de 2019 14:22

CEI: População pode acompanhar andamento do relatório final

Através de portal do Governo Federal é possível saber o andamento das providências que serão tomadas

↑ Presidente da CEI, Francisco Sales (Foto: Edilson Omena/arquivo)

A Comissão Especial de Inquérito da Câmara Municipal de Maceió protocolou cópia integral do relatório final, que teve como objetivo apurar as causas das rachaduras nos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange, Bom Parto e outras regiões em Maceió. Assim, a população maceioense pode acompanhar todo o andamento do processo e os posicionamentos do Governo Federal.

“Já houve resposta positiva sobre o tema, que foi encaminhado, devido à natureza do assunto, para os Ministérios de Minas e Energia, do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Regional, além dos Ministérios da Presidência da República: Secretaria de Governo e Secretaria-Geral. Assim mostramos total transparência e celeridade nas cobranças das medidas para população, que está sofrendo diariamente com o maior problema que nossa cidade já enfrentou”, disse o vereador Francisco Sales, presidente da Comissão.

Para consultar o andamento do processo, basta acessar o link e acompanhar as respostas dadas pelos órgãos federais, inclusive a resposta imediata do Gabinete Pessoal do Presidente  Jair Bolsonaro, nesta segunda-feira (14).

Para acompanhar basta clicar no link: http://encurtador.com.br/sEP56

Para Francisco Sales, é importante ressaltar a celeridade que o processo está tendo, principalmente por se tratar de um assunto sensível e que necessita de respostas rápidas para a sociedade, em especial aos moradores e comerciantes das regiões afetadas.

O Presidente da CEI destacou a evolução do processo em Brasília, ressaltando que também o reforço com o protocolo feito junto aos deputados federais alagoanos, bem como junto à Presidência do Senado Federal e da Câmara dos Deputados.

“Dessa maneira, poderemos acompanhar de perto as providências e as respostas que a população necessita com grande urgência”, completou Francisco Sales.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH