Política

11 de setembro de 2019 09:09

Presidente de CEI garante relatório para esta semana

Francisco Sales diz que trabalho sobre responsabilidade da Braskem em rachaduras em bairros será finalizado em breve

↑ Presidente da CEI, Francisco Sales (Foto: Edilson Omena/arquivo)

Prestes a completar 06 meses de investigação e oitivas, a Comissão Especial de Inquérito (CEI) instalada pela Câmara Municipal de Maceió ainda não concluiu seus trabalhos investigatórios. Presidida pelo vereador Francisco Sales (PPL), foi instalada com o prazo de 120 dias para a conclusão de seus trabalhos e a apresentação de um relatório final. No prazo limite, 11 de junho, a comissão formalizou um pedido de prorrogação dos trabalhos de investigação por mais 60 dias, ou seja, até o dia 11 de agosto, aprovado pela Câmara de Vereadores na sessão ordinária do dia 26 de junho. Mas desta vez, o parlamentar garante que relatório sai esta semana.

A CEI iniciou seus trabalhos no dia 11 de março e é composta, além do vereador Francisco Sales, como presidente, por José Márcio Filho (PSDB), relator; Silvania Barbosa (PRTB), secretária; Chico Filho (Progressistas), relator substituto; Luciano Marinho (Podemos), secretário substituto; Samyr Malta (PTC) e Maria Aparecida (DEM).

Em contato como presidente da CEI, a Tribuna Independente foi informada que o relatório já está em fase final de elaboração, sob a responsabilidade do relator da comissão, vereador José Márcio Filho.

“Queremos publicar este relatório o mais rápido possível, e estamos fechando o material. Esta semana no máximo estaremos fechando nosso trabalho”, declara o vereador. “Sei que criamos uma expectativa de fechar e só estou esperando meus pares para que a gente possa concluir este trabalho e acredito que estaremos fechando esta semana”, diz Francisco Sales.

Inicialmente, a comissão foi instalada com o prazo de 120 dias para a conclusão de seus trabalhos e a apresentação de um relatório final. No prazo limite, 11 de junho, a comissão formalizou um pedido de prorrogação dos trabalhos de investigação por mais 60 dias, ou seja, até o dia 11 de agosto, aprovado pela Câmara de Vereadores na sessão ordinária do dia 26 de junho.

Com o recesso dos vereadores no mês de julho, os trabalhos deveriam ser encerrados em 26 de agosto. Nesta quarta-feira, 11 de setembro, completam exatos 180 dias do inicio do trabalho da comissão, desde a sua instalação no dia 11 de março.

TRABALHOS

Após ouvir diversas entidades como o Instituto do Meio Ambiente (IMA), o CREA-AL e o CPRM, a comissão solicitou a prorrogação do prazo de conclusão dos trabalhos motivado por uma nova escuta à mineradora Braskem.

Em reportagem da Tribuna, na edição de 02 de agosto, o vereador Francisco Sales já detalhava os motivos da prorrogação do prazo. Segundo o presidente da CEI, era importante ouvir mais uma vez os diretores da Braskem após as novas informações obtidas pela Comissão.

“Vamos ouvi-los e, em seguida, encerrar nossos trabalhos. No máximo em 15 dias a gente vai fechar tudo. Eles [Braskem] foram os primeiros a ser ouvidos e agora vão ser os últimos”, comentou. “Queremos confrontar informações com os outros depoimentos”, disse o parlamentar à época.

Fonte: Tribuna Independente / Jairo Silva

Comentários

MAIS NO TH