Política

7 de agosto de 2019 15:02

Embora contrário, PSL quer verba pública para campanha

Flávio Moreno explica que será feito um estudo para que o diretório estadual receba os valores do fundo partidário

↑ Flávio Moreno indica que partido terá candidatos e não descarta apoio a Alfredo Gaspar de Mendonça (Foto: Divulgação)

Embora seja contra a utilização de recurso público para campanhas eleitorais, o presidente do PSL em Alagoas, Flávio Moreno, afirma que haverá um estudo em nível nacional para a distribuição dos R$ 479 milhões entre os diretórios estaduais. O estudo e os valores serão definidos a partir de janeiro de 2020, pelo partido que tem, atualmente, o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Para o presidente do PSL/AL, Flávio Moreno, o partido iniciou a sua mobilização e defendia, em seu discurso, a não utilização de recursos públicos para as campanhas eleitorais. De forma modesta, afirma que nas últimas eleições majoritárias, o partido em Alagoas gastou pouco mais de R$ 60.000,00, dando ao atual presidente, Jair Bolsonaro, a maior votação entre as capitais do Nordeste – 40% em Maceió. Mesmo com o distanciamento dos governadores do Nordeste em relação ao governo federal, Flávio Moreno garante que o Bolsonaro tem prioridade pela região, atendendo as demandas independentemente dos governadores.

ELEIÇÕES 2020

Em paralelo com a organização dos diretórios municipais e campanhas para filiação em mais de 60 municípios alagoanos, o presidente do partido no estado também tem analisado os possíveis nomes que podem disputar as eleições municipais. “Em 50 municípios já possuímos base do partido, e no dia 17/08 faremos um evento em Maceió para campanha nacional de filiação, no Atlantic Suites,”, ressalta.

De olho nas eleições, o PSL já avalia nomes como do deputado estadual Cabo Bebeto, Josan Leite – ex-candidato ao governo –, e o próprio presidente do partido em Alagoas podem figurar como candidatos a prefeito de Maceió.

Segundo Flávio, “o partido vem acompanhando as pesquisas de opinião para poder definir quem irá representar o partido nas eleições municipais na capital”.

Perguntado se o partido está aberto a apoiar outras possíveis candidaturas, como a do procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual, Alfredo Gaspar de Mendonça, ele enfatizou que “as portas do partido estão abertas para Alfredo Gaspar, que é reconhecido pelo seu combate a criminalidade e a corrupção no estado”.

INVESTIMENTOS

Segundo o presidente do diretório estadual do PSL em Alagoas, o governo federal tem investido no estado, e ele próprio, tem realizado intervenções junto ao presidente para atender demandas dos alagoanos.

“Fiz um apelo junto ao presidente Bolsonaro em relação às famílias do Pinheiro e ele atendeu, através de recursos para o aluguel social. Hoje há investimentos no valor de R$ 60 milhões para o Canal do Sertão e mais de R$ 1 bilhão para o programa Minha casa, Minha Vida em todo território nacional”.

Fonte: Tribuna Independente / Texto: Jairo Silva - Colaborador

Comentários

MAIS NO TH