Política

19 de julho de 2019 11:06

Prefeitura e Instituto Net Claro Embratel lançam projeto

Iniciativa deverá estimular uma rotina de planejamento e avaliação permanente pela comunidade educadora a partir da utilização do sistema

↑ Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) firmou parceria com o Instituto NET Claro Embratel, com apoio do Instituto Crescer, para implementação do projeto [email protected] (Foto: Sandro Lima)

Com o objetivo de contribuir com a melhoria da qualidade da educação na Rede Municipal de Ensino, a Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) firmou parceria com o Instituto NET Claro Embratel, com apoio do Instituto Crescer, para implementação do projeto [email protected] O convênio resultará na oferta de TV a cabo e internet para 52 escolas de Ensino Fundamental do Município, em regiões cabeadas pela operadora NET. O lançamento aconteceu na manhã desta sexta-feira (19), no auditório da Escola Superior da Magistratura (Esmal), no Farol.

“Em 2013 quando assumimos, fizemos um diagnóstico na educação municipal e fomos atrás de parcerias. Agora 50 escolas receberão internet e TV a cabo. Será um instrumento importante para os gestores das escolas e atrativos para os alunos que ainda se evadem da sala de aula”, afirmou o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), durante o lançamento.

A parceria vai capacitar mais de 200 profissionais da Educação para o uso de tecnologias digitais e inovação em sala de aula, beneficiando mais de 1.200 alunos. Os coordenadores municipais, coordenadores pedagógicos e professores da Rede Municipal terão a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos para utilizar tecnologias digitais e inovação em práticas educacionais.

A iniciativa deverá estimular uma rotina de planejamento e avaliação permanente pela comunidade educadora a partir da utilização do sistema (Avaliação de Práticas Educacionais Inovadoras – 50 indicadores de avaliação (APEI-50).

A diretora do Centro de Formação Paulo Freire da Semed, Izabel Melo, destacou que o objetivo é sensibilizar os professores sobre a necessidade de privilegiar um currículo focado no desenvolvimento das competências cognitivas básicas, digitais e socioemocionais. “A proposta é valorizar a função do coordenador pedagógico como aquele que contribui com o processo de desenvolvimento profissional da sua equipe e que acompanha a prática em sala de aula”, afirmou.

Com o intuito de contribuir para que o País seja cada vez melhor, a Claro leva tecnologia e infraestrutura para cumprir um importante papel social que é de proporcionar o desenvolvimento mediante iniciativas que valorizam a Educação, a Cidadania e a Cultura. A parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Maceió foi fundamental para a concretização do [email protected], que dará a oportunidade para os professores ampliarem seu repertório educacional”, afirma Fabrício Silva de Araújo, gerente de operações da Claro.

Desde 2011 o Instituto NET Claro Embratel desenvolve o Projeto [email protected] O objetivo é dialogar com educadores buscando estimulá-los a repensar a prática pedagógica com auxílio das tecnologias digitais e metodologias ativas, para que, assim, contribuam com a promoção de uma educação que faça mais sentido para os alunos e os envolva em momentos de aprendizagem significativa.

Nesse período, o projeto impactou mais de 63 mil estudantes, de 1.700 escolas municipais e promoveu a formação de aproximadamente 2.200 professores, distribuídos por 51 municípios. Esses profissionais puderam conhecer mais sobre as metodologias ativas e formas de se usar as tecnologias digitais com o objetivo de desenvolver competências nos alunos.

Fonte: Secom Maceió

Comentários

MAIS NO TH