Política

26 de junho de 2019 08:20

Prefeitos da Região Norte de Alagoas deixam siglas com eleições à vista

PDT foi a legenda que mais perdeu prefeitos, causando mal estar junto ao MDB

↑ Prefeito de Jacuípe, Amaro Júnior, atendeu aos pedidos do governador Renan Filho e do senador Renan Calheiros para se filiar ao MDB (Foto: Divulgação)

A dança das cadeiras, ou mais precisamente a dança dos partidos, esquentou na Região Norte de Alagoas nas últimas semanas, um ano e quatro meses antes das eleições municipais de 2020. A movimentação de troca de partidos, a acomodação de nomes ou a aliança entre candidatos devem dar a tônica daqui por diante na região.

Todos os prefeitos com mandato mantêm seus nomes para uma possível reeleição, no entanto os novos nomes que vão surgindo, pretendem desbancar os atuais gestores criando coligações com senadores, deputados federais e estaduais, com o governador e até com outros prefeitos.

Em Jacuípe, por exemplo, contando com o aval do governador Renan Filho (MDB) e do senador Renan Calheiros (MDB), o prefeito do município, Amaro Júnior, aceitou o convite e vai mudar de partido, deixando o PDT de Ronaldo Lessa, por onde se elegeu e entrou sem avisar no partido do ex–prefeito Manoelzinho, atual presidente do MDB em Jacuípe.

Claro que a mudança causou certa insatisfação no PDT de Ronaldo Lessa e deixou o ex-prefeito Manoelzinho com a pulga atrás da orelha, pois segundo informações, ele só soube da mudança na hora que esteve com o senador Renan Calheiros. O prefeito de Jacuípe, também conhecido como Carro Véio vai para o MDB, pois é candidato natural a reeleição. O problema é que o atual presidente do partido Manoelzinho, também diz que é pré-candidato a prefeito.

Já em Porto Calvo, onde a reeleição do atual prefeito David Pedrosa, parece seguir um caminho sem muitos obstáculos, apesar de muitos nomes que estão se lançando como pré-candidatos, outro nome foi lançado á prefeitura municipal. O presidente do PDT em Porto Calvo, Rodrigo Lins, garantiu que o partido terá um pré-candidato a prefeito na Terra de Calabar em 2020. Segundo ele o partido lançará o nome no segundo semestre, e a vereadora Zaí é uma das forças neste novo cenário político.

Para o presidente do PDT local ela vem se destacando por sua defesa nos vários segmentos de trabalhadores em Porto Calvo.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH