Política

2 de maio de 2019 08:25

Bolsonaro quer a guerra e manda recado a Mourão e demais militares

Presidente, sabendo da posição contrária dos militares, mandou mensagens que acabaram provocando polêmica entre ele e o Legislativo

↑ Hamilton Mourão e Jair Bolsonaro (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Durante e depois da tentativa fracassada de golpe na Venezuela, Jair Bolsonaro (PSL) deu várias declarações de engajamento total na ofensiva para derrubar o governo de Nicolás Maduro e aliança com o autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó. Neste contexto, tem emitido sinais de que pretende ir à guerra contra o país vizinho. Sabendo da posição contrária dos militares, o presidente mandou recados que acabaram provocando polêmica entre ele e o Legislativo.

A coluna Painel da Folha de S. Paulo informa que na verdade a mensagem presidencial que quase levou a um novo bate-boca com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), era um recado para os militares.

Ao escrever no Twitter que qualquer hipótese seria decidida exclusivamente por ele, Bolsonaro tinha por alvo as Forças Armadas e especificamente o vice-presidente da República, general da reserva Hamilton Mourão (PRTB), que se opõem a uma intervenção militar contra a Venezuela.

A nota do Painel diz que se baseia em informações de aliados do presidente.

Fonte: Brasil 247

Comentários

MAIS NO TH