Política

20 de fevereiro de 2019 20:27

Programa do Leite: deputados estaduais cobram pagamento de pequenos produtores

Produtores estão há quase 120 dias sem receber pelo seu trabalho

↑ Foto: Ilustração

A deputada estadual Jó Pereira (MDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa de Alagoas, nesta quarta-feira, 20, para falar sobre a importância estratégica nessa legislatura dos deputados ampliarem o fortalecimento na atuação na Casa e para denunciar que os pequenos e médios produtores, que atuam junto ao Programa do Leite, estão há quase 120 dias sem receber pelo seu trabalho. A deputada também lembrou que o Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) aprovou a liberação de R$ 20 milhões, mas o Governo do Estado só autorizou o pagamento de pouco mais de R$ 7 milhões.

“São vários, talvez a totalidade dos pequenos e médios produtores, que atuam no Programa do Leite, e estão em total desespero, sem mais saber a quem procurar, sem posição e sem entender esses dias de não recebimento pelo seu trabalho. Cadê as posições? Cadê as respostas? O Executivo precisa responder e ser transparente no que pode fazer, com urgência”, destacou.

Em aparte, o deputado Inácio Loiola (PDT) demonstrou preocupação com o atraso no pagamento aos pequenos e médios produtores de lei e disse que, junto com o deputado Paulo Dantas (MDB), deu entrada num requerimento criando a Frente Parlamentar em Defesa da Pecuária Leiteira em Alagoas. “Essa é a segunda atividade que mais gera emprego no nosso Estado e a grande saída para que o Sertão alagoano mantenha os produtores sobrevivendo no campo”, afirmou.

Já o deputado Francisco Tenório (PMN) falou da importância do Programa do Leite e sugeriu uma sessão especial para debater o assunto. “Vamos convidar todos os atores neste processo, desde os representantes do Governo até os pequenos produtores, para entendermos melhor o que está acontecendo com este programa que atende a 80 mil famílias em todo Estado”, disse.

O deputado Galba Novaes (MDB) também criticou a falta de pagamento aos produtores e disse que já apresentou uma indicação solicitando à Secretaria Estadual de Agricultura informações sobre a suspensão deste pagamento. “O programa é importante para a alimentação de várias pessoas e para gerar emprego e renda”, concluiu.

Apartearam ainda o pronunciamento os deputados Davi Maia (DEM), Bruno Toledo (PROS) e Flavia Cavalcante (PRTB).

Fonte: Redação com assessoria ALE

Comentários

MAIS NO TH