Política

2 de fevereiro de 2019 10:27

Região Norte de Alagoas tem mais representatividade

Na nova mesa diretora, o prefeito de Japaratinga, Júnior Loureiro ficou com o cargo de conselheiro fiscal, enquanto o gestor de Porto de Pedras, Henrique Vilela, vai ocupar o cargo de coordenador da Região Norte

↑ Henrique Vilela terá voz ativa nas demandas dos prefeitos da região (Foto: Divulgação)

Pela primeira vez, depois de mais de 20 anos, quando Sérgio Lira (PP), prefeito de Maragogi, ocupou a presidência da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), a nova mesa diretora da entidade, eleita na última segunda-feira, dia 28, terá dois prefeitos do Litoral Norte na gestão para o biênio 2019-2020. No entanto, nenhum teve cargo de grande relevância para as articulações políticas.

Na nova mesa diretora, o prefeito de Japaratinga, Júnior Loureiro ficou com o cargo de conselheiro fiscal, enquanto o gestor de Porto de Pedras, Henrique Vilela, vai ocupar o cargo de coordenador da Região Norte.

Os dois gestores fizeram parte da única chapa formada e batizada de “AMA Unida”, formada pelo prefeito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley, como presidente e a prefeita de Campo Alegre, Pauline Pereira, como vice-presidente. Wanderley foi eleito para comandar a AMA pela segunda vez pelos gestores municipais.

Desta forma, a nova composição da Associação dos Municípios Alagoanos ficou assim: presidente, Hugo Wanderley, prefeito de Cacimbinhas; vice-presidente, Pauline Pereira Albuquerque, prefeita de Campo Alegre; secretário-geral, Bruno Rodrigo Valença de Araújo, prefeito de São José da Laje; 1º secretário, Júlio Cézar da Silva, prefeito de Palmeira dos Índios; 2º secretário: Nielson Mendes da Silva, prefeito de Campestre; 1º tesoureiro, João José Pereira Filho, prefeito de Teotônio Vilela; 2º tesoureiro, Marcius Beltrão Siqueira, prefeito de Penedo.

O titular do conselho fiscal é Klever Rêgo Loureiro Júnior, prefeito de Japaratinga; e coordenador da Região Norte, Carlos Henrique Vilela de Vasconcelos, prefeito de Porto de Pedras.

A atual mesa diretora da Associação dos Municípios Alagoanos permanece pelos próximos dois anos.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli – Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH