Política

21 de novembro de 2018 19:40

Câmara se compromete em aprovar emenda para construção de creches em Maceió

Discussão sobre a LOA acontece na próxima segunda-feira, durante audiência pública

↑ Duas creches municipais custam em torno de R$ 1,2 milhão cada uma (Foto: Assessoria)

Em reunião com membros do Ministério Público Estadual (MPE/AL), na tarde desta quarta-feira (21), na Associação Comercial de Maceió, onde a Câmara Municipal realiza suas atividades legislativas temporariamente, os vereadores da capital alagoana se comprometeram com a promotora da Justiça da Infância e Juventude, Alexandra Beurlen, a colocar na Lei Orçamentária Anual (LOA), para 2019, emenda coletiva impositiva para a construção de duas creches em Maceió. Os dois equipamentos municipais custam em torno de R$ 1,2 milhão cada uma. Esta é segunda vez que MPE e Câmara de Vereadores se reúnem para tratar da aplicação de recursos voltados à criança e adolescentes. Alexandra Beurlen comemora a parceria.

“Considero que esse momento é muito produtivo porque o MPE verifica os avanços que temos conseguido, aqui nesta Casa legislativa, para a construção de um novo momento que visa o presente e o futuro de nossas crianças e adolescentes de Maceió. Com essa parceria, criamos o orçamento da criança e adolescente, avanço com o Poder Executivo que não vetou as emendas que saíram daqui, além do veto ao remanejamento no orçamento para crianças e adolescentes. Tudo isso só tem sido possível pela sensibilidade da Câmara. O importante é a construção de um trabalho conjunto, fornecendo dados que os vereadores precisam para buscarmos melhorar a situação de vulnerabilidade dos menores”, declarou Alexandra Beurlen, que esteve acompanhada da também promotora pública da Infância, Marília Cerqueira, e da psicóloga do MPE, Renata Guerra.

Beurlen ainda comentou o compromisso dos vereadores especificamente com a construção da emenda coletiva impositiva que vai propiciar a construção de duas creches em Maceió.

“Creche é um lugar de acolhimento e é prioridade porque, segundo estatísticas do Unicef, por exemplo, mostram que elas são o lugar mais seguro porque é lá onde a criança desenvolve o cérebro, se alimenta, se mantém longe de todo e qualquer abuso e violência, inclusive de natureza sexual. Por tudo isso, a prioridade na primeira infância é um investimento muito mais barato que a repercussão do dano mais na frente, da criança que entrou para o crime, não se desenvolveu intelectualmente ou está no trabalho infantil. Gostaria de vir aqui na Câmara e solicitar emenda para construir quantas creches fossem possíveis. De toda forma, garantirmos emendas para dois desses equipamentos já é um avanço”, destacou a promotora pública.

Presidente da Casa de Mário Guimarães, o vereador Kelmann Vieira (PSDB) também comentou a parceria do MPE e Legislativo municipal. “A Câmara, por meio de todos os vereadores, se sente também muito feliz por poder estreitar ainda mais os laços com o MPE/AL no sentido de trabalhar para que nossas crianças e adolescentes tenham melhores condições no aprendizado e de segurança em todos os aspectos, como explicou a promotora Alexandra Beurlen. Além disso, é importante esse tipo de encontro para que possamos ter acesso aos dados e podermos nos antecipar aos problemas. Esta Casa reafirma o compromisso de continuarmos trabalhando pela sociedade maceioense, sobretudo a mais carente”, afirmou o presidente da Câmara de Maceió.

Fonte: Redação com assessoria da Câmara de Maceió

Comentários

MAIS NO TH