Política

20 de novembro de 2018 09:34

Alagoas sedia maior evento da advocacia criminal

Dentre os convidados está Antônio Carlos, mais conhecido como Kakay, renomado criminalista que atua em defesa de pelo menos 17 réus na Lava Jato

↑ Kakay vem a Alagoas tratar sobre a advocacia criminal no país (Foto: Divulgação)

Advogados criminalistas de todo o país vêm a Maceió no dia 26 de novembro para um grande encontro no auditório do Maceió Mar Hotel, no bairro de Ponta Verde. O objetivo é lançar a Associação Nacional de Advocacia Criminal em Alagoas (Anacrim-AL) e discutir as dificuldades enfrentadas pelos profissionais a fim de fortalecer a categoria no Estado de Alagoas.

Dentre os convidados que irão palestrar a partir das 19h estão, Antônio Carlos, mais conhecido como Kakay, renomado criminalista que atua em defesa de pelo menos 17 réus na Lava Jato e  o presidente da Anacrim, James Walker Júnior, advogado de diversos deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

A estimativa é que compareçam cerca de 400 advogados e estudantes de direito ao evento, cujo tema é “A resistência democrática na advocacia criminal”. Dentre as pautas discutidas na noite estarão as prerrogativas da profissão que estão sendo violadas, conforme a Anacrim. A exemplos dessas violações estão a não permissão ao acesso a inquéritos policiais sem procuração, as dificuldades dos advogados no acesso ao sistema prisional e entrevistas com reclusos e negativa ao acesso aos autos ainda que conclusos. “Visamos, depois do evento, criar alternativas e soluções para os principais problemas sofridos pelos advogados criminalistas”, afirma o vice-presidente da Anacrim em Alagoas, Manoel Passos.

Estarão presentes como palestrantes o presidente e a vice-presidente da Anacrim nacional James Walker Júnior e Flávia Fróes; o advogado criminalista Kakay, que possui uma vasta experiência profissional; Raimundo Palmeira, um dos maiores advogados criminalistas de Alagoas; e as palestrantes e advogadas, Fernanda Noronha de Albuquerque, atual secretária da Associação Nacional de Advocacia Criminal em Alagoas, Mayara Fausto e Fabíola Moreira, respectivamente, presidente e vice-presidente da comissão da mulher criminalista.

Fonte: Tribuna Independente / Editoria de Política, com assessoria

Comentários

MAIS NO TH