Política

6 de novembro de 2018 08:42

Rogério Teófilo exonera todos os comissionados da Prefeitura de Arapiraca

Em vídeo, prefeito afirma 'separar joio do trigo'; alguns servidores demitidos devem retornar já nesta terça-feira (6)

↑ Rogério Teófilo lembrou que assumiu a gestão com R$ 29 milhões em dívidas (Foto: Sandro Lima/arquivo)

O prefeito de Arapiraca Rogério Teófilo (PSDB) exonerou todos os cargos comissionados da Prefeitura na segunda-feira (5). O decreto foi fixado no mural da prefeitura, pois a cidade não possui Diário Oficial. Em vídeo para explicar sua decisão, o gestor afirma “separar o joio do trigo”.

“Tinha muita gente que dizia defender Arapiraca e, na verdade, só queria defender seus próprios interesses. A prefeitura está livre desses políticos. Não foi fácil identificar. Após análise técnica rigorosa, estamos mantendo apenas aqueles que conseguiram trabalhar de forma eficiente em prol dos arapiraquenses”, afirma Rogério Teófilo.

De acordo com tucano – no vídeo – a Prefeitura de Arapiraca ficou “leve e de mãos dadas com o desenvolvimento e com os 240 mil habitantes. Os problemas das gestões anteriores nos tomaram muita energia, mas de janeiro para cá conseguimos aprovar projetos e recursos”.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Arapiraca, parte dos exonerados deve retornar às funções já nesta terça-feira (6), após os secretários expuserem a quantidade mínima para que os órgãos funcionem normalmente. “Áreas como educação e saúde não serão afetadas pela decisão do prefeito”.

Rogério Teófilo também destaca que precisou pagar 14 meses de salários atrasados em 18 meses, além de “assumir dívida de R$ 29 milhões com fornecedores e o comércio da cidade”.

Os servidores exonerados dos cargos em comissão ou de confiança que sejam efetivos do Município devem retornar às funções originais.

DEPUTADO

O deputado estadual Severino Pessoa (PRB) – recém-eleito deputado federal – lamentou a decisão do prefeito Rogério Teófilo. Ele é casado com a vice-prefeita Fabiana Pessoa (PRB), rompidos politicamente com o tucano.

“Como cidadão arapiraquense, lamento profundamente a estagnação econômica e social que vem sendo enfrentada pela minha cidade, visto a inabilidade política do atual gestor que, além de não ter mostrado pra que veio, conduz uma administração marcada por denúncias de corrupção e desvio de recursos”, afirma o parlamentar.

O rompimento político entre a família Pessoa e o prefeito Rogério Teófilo ganhou o noticiário em maio deste ano. No dia 17 daquele mês, as secretárias de Educação e Serviços Públicos, Mônica Pessoa e Vanessa Sampaio, respectivamente, entregaram seus cargos. Contudo, desde o início do ano a vice-prefeita Fabiana Pessoa já não era vista com frequência no Centro Administrativo da cidade.

A relação política entre eles começou a ruir após Rogério Teófilo lançar seu filho, Moacir Neto, para deputado estadual e denúncias de contrato fraudulento em auditoria na Prefeitura. Isso quebrou um acordo de apoios para a Assembleia Legislativa do Estado (ALE).  Moacir Neto desistiu da candidatura ao cargo.

Fonte: Tribuna Independente / Carlos Amaral

Comentários

MAIS NO TH