Política

27 de julho de 2018 08:24

PROS pode apoiar Lula e Bruno Toledo diz que será ‘voto vencido’

Parlamentar preside a legenda em Alagoas e há tempos critica ex-presidente

↑ Bruno Toledo lembra que diretórios estaduais tem a sua autonomia (Foto: Ascom/ALE)

O Partido Republicado da Ordem Social (PROS) deve ser o primeiro a anunciar apoio oficial à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O entendimento entre as legendas deve ocorrer nesta sexta-feira (27).

Mas não há uma unanimidade em todos os diretórios do partido para que esse apoio aconteça. Em Alagoas, o presidente da legenda, o deputado estadual Bruno Toledo é contra essa aliança, mas diz que seria voto vencido.

“Isso ainda não está confirmado nacionalmente, mas se realmente essa for a linha, eu serei voto vencido. A nacional sempre foi muito clara que as estaduais são autônomas. Alagoas não coligará com partidos comunistas de forma alguma”, argumenta Toledo.

Bruno Toledo já havia demonstrado não comungar com a linha partidária do PT durante a passagem da caravana do ex-presidente do Brasil por Alagoas no ano passado, quando na ocasião foi discutido no plenário da Assembleia Legislativa do Estado a possibilidade de uma homenagem a Lula, com a entrega de título de cidadão honorário do estado, mas o deputado se manifestou contra e que se sentiria envergonhado pelo povo alagoano caso isso acontecesse.

O PROS esteve na coligação que reelegeu a presidenta Dilma Rousseff em 2014.  Para as eleições deste ano, a direção do PT ainda trabalha com a possibilidade de uma frente partidária com PCdoB, PSB e PR.

OPOSIÇÃO

Em Alagoas, o PROS segue na oposição que tenta buscar um nome para disputar o governo estadual contra Renan Filho (MDB). Toledo, inclusive, disse que o partido tem bons nomes para a disputa, no entanto evita mencionar quem são.

PROS, DEM e PP aguardam uma definição do prefeito de Maceió e presidente do PSDB, Rui Palmeira, acerca de um adversário que dispute o cargo governamental. Até o momento, quem disse topar a empreitada foi o vereador Eduardo Canuto, do PSDB.

Fonte: Tribuna Independente / Carlos Victor Costa

Comentários

MAIS NO TH