Política

11 de abril de 2018 08:32

Servidores da Câmara podem paralisar atividades em Arapiraca

Categoria reivindica reajuste salarial de 16%

↑ Servidores podem cruzar os braços em busca de aumento salarial Foto: Cláudio Roberto (cortesia)

 

Após assembleia geral ocorrida nesta terça-feira (10), convocada pela Associação dos Servidores da Câmara Municipal de Arapiraca (Ascama), os trabalhadores e trabalhadores podem paralisar suas atividades no início do mês de maio.

A categoria esteve reunida para discutir, entre outros temas, os depósitos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o reajuste salarial, que tem data-base a partir de 1º de maio.

Na assembleia, os servidores da Câmara de Vereadores de Arapiraca rejeitaram a proposta da Mesa Diretora da Casa. A proposta é de reajuste salarial de 3%.

Segundo a presidente da entidade, Cristina Albuquerque, e o vice-presidente André Luis, a reivindicação dos servidores é de 16 %.

Com isso, os representantes dos servidores deverão dar início a uma nova rodada de negociações com a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Arapiraca.

Comentários

MAIS NO TH