Política

13 de março de 2018 10:46

Gaspar nega teor eleitoral em encontro com Eduardo Bolsonaro

Procurador-geral de Justiça ainda não definiu destino político

↑ Alfredo Gaspar de Mendonça se reuniu com Eduardo Bolsonaro em um hotel na capital alagoana (Foto: Sandro Lima/arquivo)

O procurador-geral de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça Neto negou ter encontrado o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), neste fim de semana em Maceió, para discutir sua filiação e candidatura ao Senado em outubro. Uma foto de ambos, ao lado do agente de Polícia Federal Flávio Moreno, foi divulgada pelo parlamentar paulista, filho do pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL).

“Nem discutimos sobre esse assunto [eleições]. Ele [Eduardo Bolsonaro] veio a Maceió cumprir uma agenda e me ligou querendo me conhecer e trocar ideias sobre a conjuntura nacional. Não foi discutida questão partidária, até porque eu não bati o martelo sobre meu destino”, diz Alfredo Gaspar.

O nome do procurador-geral de Justiça é ventilado como candidato ao Senado nas eleições deste ano. Ele mesmo não nega essa possibilidade. Na edição da Tribuna Independente de 30 de janeiro deste ano, o advogado Omar Coelho (Podemos) afirmou à reportagem que Alfredo seria o nome para o Senado de sua chapa.

Na ocasião, a composição teria por base o partido de Omar Coelho e o PSL. Por conta disso, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Alagoas chegou a comentar a relação com a candidatura de Jair Bolsonaro, já que seu partido deve lançar para a Presidência o senador Álvaro Dias, do Paraná.

“A gente quer contar com o apoio do pessoal do PSL que vota no Bolsonaro, até porque a linha que vamos seguir no programa de governo em relação à segurança pública é aquela que o Alfredo exerceu e a que sempre pensei e que se aproxima do discurso do Bolsonaro”, comentou Omar.

Sobre uma afinidade ideológica com o deputado federal, Alfredo Gaspar diz não conhecer o programa do pré-candidato à Presidência.

“Não poderia dizer se há ou não afinidade. Claro que alguns pontos de vista são públicos e alguns eu concordo plenamente, como a defesa da família, da segurança pública e melhor qualidade da saúde e educação. Mas quais são as propostas efetivas do Bolsonaro, eu nunca me debrucei sobre elas”, Alfredo.

Fonte: Tribuna Independente / Carlos Amaral

Comentários

MAIS NO TH