Política

5 de dezembro de 2017 11:57

Protesto contra reforma da Previdência toma ruas de Maceió

Centrais sindicais e diversos sindicatos realizaram manifestação que começou na praça Sinimbú, na manhã desta terça-feira.

↑ Trabalhadores fizeram passeata pelas ruas centrais de Maceió (Foto/Assessoria)

Centrais sindicais e diversos sindicatos realizaram manifestação que começou na praça Sinimbú, na manhã desta terça-feira (05/12), e percorreu ruas centrais da capital alagoana, para protestar contra a política de retirada de direitos dos trabalhadores imposta pelo governo de Michel Temer. Inicialmente estava marcada uma greve geral para data só que houve uma alteração no cronograma e ficou mantido somente o protesto.

A CUT afirma que a “orientação da Central para os sindicatos, federações e confederações é fazer mais pressão nas bases dos parlamentares, nas ruas, nos aeroportos e nas redes sociais” para barrar o projeto de reforma da Previdência que caso seja aprovada deixará milhões de brasileiros sem aposentadoria na avaliação da maioria dos dirigentes sindicais.

Para Davi Fonseca, coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores da Ufal (Sintufal), “o momento é de luta e de manter mobilizações nas ruas sem recuar, pois é a única forma de barrar a política de retirada de direitos do golpista Temer”. Ele lembrou ainda que sua categoria se encontra em greve desde o dia 10 de novembro.

Tanto as centrais sindicais como os sindicatos que organizaram a manifestação avaliaram como positiva e reforçam a necessidade de continuar mobilizando os trabalhadores e mostrando a sociedade os danos causados pela reforma trabalhista, já aprovada, e a previdenciária em curso no Congresso Nacional.

 

 

Fonte: Redação

Comentários

MAIS NO TH