Política

31 de março de 2017 09:31

Deputado Rodrigo Cunha vai cobrar mais transparência na Assembleia Legislativa

Apenas 12 deputados compareceram na sessão ordinária de quinta-feira

Dos 27 deputados estaduais, apenas 12 compareceram na quinta-feira (30) ao último dia de sessão na semana após a investida da Polícia Federal na Assembleia Legislativa. Para que os trabalhos iniciassem, era necessário o quórum mínimo de 14 parlamentares.

A presença da PF no Poder Legislativo foi motivo de repercussão entre alguns deputados. Rodrigo Cunha (PSDB), por exemplo, informou que vai solicitar formalmente que Controladoria Geral da União (CGU) dê continuidade a operação.

“Alagoas esta semana entrou na rota como em todo país das operações da Polícia Federal. Não acho normal passar por isso no dia de hoje e ficar omisso”, criticou o deputado.

Cunha relatou ainda que irá pedir à presidência Poder Legislativo maior transparência para evitar que os recursos públicos não tenham desvios de finalidade.

NOTA

Por meio de uma nota, a Mesa Diretora da ALE destacou dificuldades para o setor de Recursos Humanos da Casa ter acesso ao cadastro do Bolsa Família, deixando a entender que não há beneficiários do programa federal na folha de pagamento da Assembleia.

Ainda segundo o comunicado, a Mesa Diretora da ALE desconhece que tenha havido um confronto sistemático da folha de pessoal.

“Ao recomendar prudência em relação às informações extraídas de contexto, a atual Mesa Diretora, por fim, vê com naturalidade a ação investigativa”, finaliza.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH