Política

24 de janeiro de 2017 18:40

Servidores da Câmara de Arapiraca só recebem salários depois do recadastramento

Nova presidente quer saber quantas pessoas trabalham na Casa Legislativa

Os servidores da Câmara Municipal de Arapiraca vão ter de se recadastrar para continuarem recebendo seus salários.

A presidente da Casa Legislativa, Professora Graça (PDT), disse que pretende saber quantas pessoas trabalham na Câmara, além dos 60 servidores efetivos.

“Na gestão passada, foram firmados vários convênios com várias instituições para a contratação de trabalhadores temporários em cargos de confiança. Eu quero fazer ajustes de acordo com o que determinou a nova mesa diretora”, disse a vereadora.

Todos os funcionários deverão preencher uma ficha. Os que estiverem em convênio será perguntado ao órgão que o mantém na Câmara se há interesse em renovar o contrato.

Em caso afirmativo, a presidente da Câmara Municipal, Professora Graça, afirmou que começará a ser cobrada do funcionário a pontualidade e a assiduidade na sua jornada de trabalho.

“Aqueles que estiverem trabalhando em horários especiais, tentaremos realocá-los, de acordo com os interesses desta casa”, complementa Graça, dizendo que, em caso de recusa em se recadastrar, o empregado terá o seu salário suspenso até que ele se reapresente em seu setor de trabalho.

“É necessário saber onde estão todos os nossos servidores, se quisermos começar uma gestão nova”, finaliza a presidente.

 

Comentários

MAIS NO TH