Política

22 de novembro de 2016 10:09

Atual ministro do Turismo, Marx Beltrão reitera pré-candidatura ao Senado

Ele ressalta que diálogos estão ocorrendo junto à população e partidos políticos

↑ Deputado federal Marx Beltrão (Foto: Reprodução)

O ministro do Turismo, Marx Beltrão também teceu comentários acerca da conjuntura eleitoral em 2018. Beltrão foi eleito deputado federal e não pretende disputar à reeleição em um primeiro momento.

Em entrevista à Tribuna Independente, Marx direciona as suas pretensões para o Senado. “Não apenas existe a intenção, como estou afirmando a minha pré-candidatura ao Senado em 2018. Desde o início do meu mandato como deputado deixei bem claro para toda imprensa e classe política o meu desejo de disputar”, reitera o ministro.

De acordo com Beltrão, para chegar até um consenso acerca de seu nome, as conversas com a população e seu grupo político são incessantes. Marx participou ativamente das campanhas eleitorais tanto na capital Maceió quanto no interior do Estado. Em sua primeira eleição para a Câmara Federal, ele foi votado nos 102 municípios alagoanos.

“Claro que uma candidatura ao Senado depende de muitos outros fatores, como questões partidárias e apoio da população. Venho construindo isso desde o início e continuarei até a convenção com o objetivo de ser um dos candidatos a senador pelo PMDB em 2018”, argumenta o ministro em contato com a Tribuna Independente.

Diante deste cenário montado e discutido pelo atual ministro do Turismo, o PMDB sairia com uma chapa muito forte ao Senado, já que o atual presidente do Congresso Nacional, o senador Renan Calheiros (PMDB) é candidato natural à reeleição.

Apesar das projeções políticas para o pleito de 2018, Marx ressalta que o atual momento é de atuar para tornar Alagoas como uma das referências no turismo. Ele defende que o Estado tenha como sua principal fonte de renda a atração turística. Para isso, tem traçado metas e investimentos para os municípios.

Ministro diz que Hugo Wanderley é um bom nome para a AMA

Ainda durante a entrevista concedida à Tribuna Independente, o ministro Marx Beltrão tratou de outra eleição: a que versa sobre a presidência da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Atualmente, diversos prefeitos eleitos e reeleitos colocam seus nomes à disposição para presidir a entidade que tem os 102 municípios como filiados.

Na avaliação do ministro, dos nomes que estão postos, a aposta é em Hugo Wanderley, prefeito eleito de Cacimbinhas pelo PMDB.

“De todos os que ouvi até o momento, acredito que o que reúne as melhores características para o cargo é o prefeito eleito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley, do meu partido, o PMDB”, declara Marx.

Wanderley é um dos interessados ao cargo e tem buscado apoios de outras lideranças do partido tanto na região Agreste e Sertão quanto na Zona da Mata alagoana. Além disso, Hugo é presidente da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal).

Momentaneamente, quem se apresenta para o cargo são Pauline Pereira (PSDB) de Campo Alegre; Jeannyne Beltrão (PRB) de Jequiá da Praia; Rosiana Beltrão (PMDB) de Feliz Deserto; Hugo Wanderley (PMDB) de Cacimbinhas; e Marcelo Lima (PMDB) de Quebrangulo.

Segundo Marx Beltrão, a AMA tem sido uma grande parceira dos gestores alagoanos, principalmente em momentos de crise econômica.

“A Associação dos Municípios Alagoanos sempre foi um grande parceiro durante toda minha vida, já fui prefeito e participei da diretoria no biênio 2011/2012. Sei da importância que a AMA tem para todos os municípios alagoanos e tenho ouvido os pré-candidatos à presidência para declarar meu apoio ao que tenha o perfil ideal para presidir a instituição”, avalia.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH