Polícia

Após confusão entre entregador e cliente, categoria faz buzinaço em frente a prédio na Jatiúca

Motoboy grava vídeo com nariz sangrando e diz que a cliente teria o agredido; caso vai parar na Central de Flagrantes

Por Tribuna Hoje 25/01/2023 15h37
Após confusão entre entregador e cliente, categoria faz buzinaço em frente a prédio na Jatiúca
Buzinaço foi realizado em frente ao prédio que aconteceu a confusão - Foto: Reprodução

Dezenas de entregadores de aplicativos e delivery protestam em frente a um prédio no bairro da Jatiúca nesta quarta-feira (25) em Maceió. O ato é em apoio a um colega que foi parar na delegacia após uma discussão com uma cliente.

Em apoio ao colega, os profissionais pediram respeito e realizaram um buzinaço em frente ao prédio que aconteceu a confusão. Com o ato o trânsito ficou lento na região. Veja vídeo abaixo.



Durante a discussão o profissional gravou um vídeo mostrando o nariz sangrando e afirmando que foi a cliente que o agrediu. As imagens também mostram a mulher, já com o pedido nas mãos, gritando para que ele saia do prédio dela (assista abaixo).



O entregador conta que a discussão começou porque a cliente estava se recusando a descer do apartamento para receber o pedido. E quando desceu, não passou imediatamente o código do pedido para liberar o entregador.

Com isso, o motoboy solicitou o pedido de volta e ela disse que não devolveria. 

O CASO

Uma discussão entre um entregador de lanches e uma cliente acabou virando caso de polícia em Maceió. A Polícia Militar precisou ser acionada e os dois foram levados para a Central de Flagrantes para prestarem esclarecimentos e em seguida foram liberados.

O caso foi registrado em prédio no bairro da Jatiúca, parte baixa da capital alagoana.

"Foi feito um procedimento chamado Termo Circunstanciado de Ocorrência, onde cada uma das partes dá a sua versão e a gente encaminha para a Justiça. O que está havendo aí é uma falta de bom senso, há um estresse generalizado das pessoas e acaba gerando esse tipo de atrito evitável", disse o delegado Vinícius Ferrari.