Polícia

29 de outubro de 2021 11:14

Equatorial apoia ação da Polícia Militar de combate ao furto de energia

Operação contou com o auxílio de tecnologia avançada utilizada pelos agentes de campo para identificar irregularidades

↑ Foto: Assessoria

A Equatorial Alagoas participou na madrugada da última quinta-feira (28) de uma ação integrada conduzida pela Secretaria de Segurança Pública, por meio do 3º Batalhão de Policia Militar de Arapiraca, que teve como objetivo coibir o furto de energia elétrica em um estabelecimento comercial localizado no município de Teotônio Vilela. A ação, resultou na prisão do proprietário do imóvel, que estava fazendo o uso de um procedimento irregular que contribuía para que o consumo de energia não fosse registrado corretamente pela concessionária.

Após equipes técnicas da Equatorial fazerem uma análise, que contou com o suporte de um equipamento com tecnologia avançada de monitoramento remoto, foi constatado que o perfil de consumo da unidade não era compatível com o porte do estabelecimento comercial. O cliente estava utilizando um imã no medidor de energia, fazendo com que cerca de 60% do consumo não fosse registrado pelo equipamento. A média de consumo que estava sendo registrada mensalmente era em torno de 3.000 kWh, quando o consumo correto deveria estar em torno de 7.000 kWh.

O superintende operacional da Equatorial Alagoas, Sérgio Valinho, agradeceu a atuação da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar durante a ação realizada, ressaltando que a empresa está investindo no uso de tecnologia avançada para auxiliar o trabalho das equipes de campo que realizam diariamente as inspeções.

Foto: Assessoria

“A Equatorial vem investindo em tecnologia para o combate as perdas de energia no estado de Alagoas. Esse caso é um exemplo do uso de técnicas de inteligência, agregado ao uso de equipamentos de monitoramento remoto, onde foi possível verificar o modo de operação da fraude do consumidor. Estas novas tecnologias já estão sendo utilizadas na identificação de fraudes tanto de grandes consumidores como nos consumidores residenciais e comerciais de baixa tensão”, explicou o superintende.

A Distribuidora reforça, que o combate a esses tipos de crimes, previstos nos artigos 155 e 171 do Código Penal Brasileiro, são fundamentais para manter a qualidade da energia elétrica distribuída aos alagoanos, sem que haja prejuízo, como oscilações e possíveis interrupções aos clientes em situação regular, além de ocasionar diversas consequências para a empresa e para o estado.

DENÚNCIAS – As denúncias de ligações clandestinas e irregulares podem ser feitas anonimamente na Central de Atendimento da Equatorial através do telefone 0800 082 0196 ou no site al.equatorialenergia.com.br. Ao acessar o site oficial, o cliente terá acesso a uma área para fornecer dados sobre a situação, como por exemplo: endereço, município, código único a ser denunciado, número do medidor de energia, pontos de referência e também o espaço conta com a opção para anexar imagens e vídeos que possam auxiliar na análise do caso. Depois de registrada no sistema, uma equipe será encaminhada para realizar a inspeção.

Fonte: Ascom Equatorial

Comentários

MAIS NO TH