Polícia

13 de outubro de 2021 13:19

Número de acidentes na Operação Nossa Senhora Aparecida cai 30%, divulga PRF

Redução de feridos durante este feriado foi de 33%, comparado a números de 2020

↑ Foto: PRF/AL

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, às 23h59 desta terça-feira (12), a Operação Nossa Senhora Aparecida 2021. Tendo início no dia 08 de outubro, a operação teve como objetivo reduzir a gravidade de acidentes no trânsito e aumento da segurança nas rodovias federais.

Houve um reforço ostensivo nas fiscalizações, priorizando pontos e horários estratégicos onde há ocorrência de acidentes graves e criminalidade, conforme apontam as estatísticas do órgão. Em Alagoas, as equipes realizaram patrulhamento ostensivo principalmente em trechos das BR’s 101, 104 e 316.

A PRF fiscalizou, no período da Operação, 972 veículos e 1.156 pessoas. Foram realizados 286 testes de alcoolemia e 08 condutores foram autuados por ingerir bebida alcoólica.

De acordo com dados oficiais, os policiais recolheram 47 veículos por apresentarem irregularidades. As outras infrações mais observadas foram: o não uso do capacete, do cinto de segurança e ultrapassagens indevidas – com totais de 51, 46 e 88 flagrantes, respectivamente.

Quanto à violência no trânsito, em comparação com os números de 2020, houve uma redução de 30% no total de acidentes (de 10 para 07) e redução do número de vítimas em 33% (de 09 para 06). O número de óbitos e de acidentes graves foram os mesmos (02).

Já no combate à criminalidade, 05 pessoas foram detidas, por serem flagradas nos crimes de: adulteração de veículo automotor, entregar direção a pessoa inabilitada. Uma pessoa também foi detida por possuir mandado de prisão em aberto pelo crime de estupro de vulnerável.

É importante ressaltar que neste ano de 2021 a operação se estendeu por cinco dias, pois o feriado caiu na terça-feira. No ano passado foram 4 dias, tendo em vista que o feriado foi na segunda-feira. Apesar de termos um dia a mais de feriadão, as reduções foram significativas, reforçando ainda mais os resultados positivos alcançados.

Fonte: Ascom PRF/AL

Comentários

MAIS NO TH