Polícia

6 de julho de 2020 16:49

Fiscalização de decreto é considerada tranquila pela Ronda no Bairro

Agentes da segurança pública têm orientado a população sobre o que realmente foi liberado ou não nos bairros

↑ Ronda no Bairro no Calçadão do Comércio (Foto: Ascom / Ronda no Bairro)

O novo decreto do Governo de Alagoas deu início, desde a última sexta-feira, à implantação da Fase Laranja do distanciamento social controlado em Maceió. Com isso, equipes das forças de segurança, como o Programa Ronda no Bairro, têm realizado a fiscalização das áreas para garantir que as medidas sejam cumpridas adequadamente. De acordo com o superintendente do programa, coronel Cícero Silva, o primeiro final de semana aconteceu sem grandes alterações.

“A movimentação aconteceu dentro do que já era esperado e continuamos trabalhando em conjunto com as demais forças de segurança pública para fiscalizar se as medidas decretadas pelo Governo do Estado estão sendo cumpridas”, afirmou.

Ainda segundo o coronel, o principal trabalho dos agentes de proximidade neste período tem sido orientar a população sobre o que realmente foi liberado ou não. “As ainda confundem o que podem ou não fazer. As pessoas chegam na orla, por exemplo, achando que foi totalmente liberada para o banho, que pode ficar na areia… Então, os nossos agentes têm atuado orientando sobre esses pontos, verificando se os espaços para o distanciamento nos estabelecimentos comerciais estão sendo respeitados e etc”.

Para o início da reabertura gradual do comércio e da orla, algumas mudanças foram feitas na distribuição das patrulhas do Ronda no Bairro. Além das novas orientações passadas aos agentes, no Centro de Maceió as equipes têm atuado dando apoio especial nas barreiras sanitárias montadas nas entradas do Calçadão do Comércio, a fim de evitar a entrada de pessoas que estejam sem itens básicos de proteção como a máscara facial, que é de uso obrigatório; e no Jacintinho, outro território de atuação do programa, foi colocada mais uma patrulha para reforçar a fiscalização contra as aglomerações.

Mesmo com a reabertura acontecendo, o superintendente faz um apelo: que as pessoas saiam de casa apenas quando necessário. “Não é momento para deixar os cuidados de lado. A pandemia continua e, se quisermos ter condições para que o distanciamento social controlado continue avançando, precisamos ter cautela”.

Fonte: Tribuna Hoje, com assessoria

Comentários

MAIS NO TH