Polícia

5 de dezembro de 2019 10:52

Bebê espancado pelo pai em Arapiraca continua em estado grave e é transferido para o HGE

José Fábio Lima, de 25 anos, afirmou em depoimento que quase matou o filho porque ele estava chorando muito

↑ HGE (Foto: Agência Alagoas)

Continua em estado gravíssimo e respirando com ajuda de aparelhos o bebê de um ano e um mês espancado pelo próprio pai na cidade de Arapiraca, Agreste de Alagoas. A assessoria do Hospital de Emergência Daniel Houly informou que o paciente precisou ser transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pediátrica do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

O menino sofreu asfixia mecânica em tentativa de estrangulamento quando foi agredido pelo pai na terça-feira (3), na casa onde mora com a família, no bairro João Paulo II. Ele foi transferido no início da noite de quarta-feira (4).

De acordo com a equipe médica do Hospital de Emergência do Agreste, para efetivar a transferência para o HGE o bebê foi sedado, estabilizado e internado na UTI.

A Polícia Civil de Alagoas deve tratar o caso como tentativa de homicídio. O agressor, José Fábio Lima, de 25 anos, afirmou em depoimento que agrediu o filho porque a criança “chorava muito”. Ele permanece preso pelo crime de lesão corporal grave, na Casa de Custódia de Arapiraca, onde está à disposição da Justiça.

Fonte: Redação / Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH