Polícia

9 de setembro de 2019 16:50

Transexual registra Boletim de Ocorrência contra funcionários de supermercado

Agressão moral ocorreu sexta (6), mas por problemas na Central, BO foi registrado hoje

↑ Denise Dayse registrou o BO após agressão moral em supermercado (Foto: Reprodução / Vídeo)

Na tarde desta segunda-feira (9), Denise Dayse, transexual agredida moralmente com palavras de baixo calão dentro de uma das lojas de uma grande rede de supermercado alagoana, localizada no bairro do Tabuleiro do Martins, registrou Boletim de Ocorrência (BO) contra os funcionários do supermercado.

Denise foi acompanhada por um advogado e pelo presidente do Grupo Gay de Alagoas (GGAL), Nildo Correia. “Como em outros casos envolvendo homolesbotransfobia em nosso estado, o grupo Gay de Alagoas acompanha a vítima na prestação de BO, e tomará as medidas cabíveis de Justiça”.

O fato ocorreu na última sexta-feira (6). No dia, a Polícia Militar foi acionada, tanto a vítima como o advogado e o gerente do supermercado foram encaminhados à Central de Flagrantes, no Pinheiro, para prestarem esclarecimentos. No entanto, por problemas ocorridos no local, o BO não foi concluído. No mesmo dia, a vítima foi orientada a ir à Delegacia localizada no Conjunto Salvador Lyra, mas também não foi possível fazer o BO.

“Hoje [9], com o GGAL e um advogado, o BO foi concluído e o caso encaminhado para a Delegacia da Mulher por se tratar de transfobia”, disse Denise.

Nas redes sociais a transexual lamentou o ocorrido. “No dia da agressão, eu disse que era uma mulher transexual, que existe Lei para isso, e que mereço respeito”, relatou dizendo que quer Justiça.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Lucas França

Comentários

MAIS NO TH