Polícia

14 de março de 2019 11:20

Dono de revendedora de carros é morto após reagir a assalto

Petrúcio Torjal lutou com os bandidos que o arremessaram escada a baixo na loja em Arapiraca

↑ Petrúcio Torjal foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu (Foto: Arquivo pessoal)

O dono de uma revendedora de veículos usados na cidade de Arapiraca, Agreste de Alagoas, morreu após reagir a um assalto na madrugada de hoje (14) em seu estabelecimento. De acordo com informações do vigilante que estaria no banheiro no momento do incidente, houve luta corporal e o barulho da discussão chamou a atenção.

O empresário e advogado Petrúcio Torjal José da Silva foi jogado pelos assaltantes escada a baixo na loja, e devido ao impacto da queda sofre traumatismo craniano, foi socorrido pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu/192) para a Unidade de Emergência do Agreste, porém não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu.

Informações preliminares dão conta de que três assaltantes teriam entrado na revendedora durante a madrugada, dois deles tiveram acesso ao primeiro andar do estabelecimento e o outro aguardava no térreo.

Câmeras de segurança poderão auxiliar a polícia judiciária na identificação do trio suspeito. A Delegacia de Homicídios de Arapiraca irá investigar o crime.

OAB emite nota de pesar

É com extremo pesar, solidariedade à família da vítima e cobrança pela elucidação do crime, que a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL), de forma conjunta com a Subseção de Arapiraca e Caixa de Assistência dos Advogados de Alagoas (CAA/AL), informa a morte do advogado Petrúcio Torjal José da Silva. A vítima morreu em consequência de complicações após, supostamente, entrar em luta corporal com assaltantes e ser empurrada do primeiro andar de um prédio localizado em Arapiraca, onde tinha escritório. O fato foi registrado na madrugada desta quinta-feira (14).

A instituição acompanha o caso e pede celeridade nas investigações comandadas pela polícia, para que haja a punição dos culpados nos termos da lei vigente. Além disso, mantém o sentimento junto a família de Petrúcio Torjal neste momento de perda e dor, prestando todo apoio e solidariedade.

Segundo informações obtidas de forma preliminar no local, três suspeitos teriam entrado no prédio onde funciona uma revendedora de carros, pertencente ao advogado. O vigilante informou que no momento da ação estaria no banheiro e correu ao ouvir um forte barulho, resultante de uma suposta luta corporal que resultou na queda de Petrúcio Torjal. Ele teria sido empurrado do primeiro andar onde está localizado o escritório.

O advogado chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), sendo encaminhado ao Hospital de Emergência do Agreste (HEA), onde deu entrada com politraumatismo, não resistindo à gravidade dos ferimentos e falecendo.

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH