Polícia

23 de dezembro de 2018 16:35

Após abordagem a ônibus interestadual, PM apreende 9,5 quilos de cocaína em Maceió

Arkana Francyele Alves de Souza, de 24 anos, foi detida com dois quilos da droga

↑ Quase 10 quilos de cocaína são apreendidos pelo 5º BPM em Maceió (Foto: Ascom PM/AL)

Na noite de sábado (22), as guarnições da Força Tática do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) apreenderam mais de nove quilos de cocaína no bairro do Tabuleiro do Martins, na parte alta de Maceió.

Juntamente com o Serviço de Inteligência do Estado-Maior Geral da PM, as equipes realizaram uma operação na Avenida Durval de Góes Monteiro e abordaram um ônibus interestadual. Durante as revistas veicular e pessoal, foram encontrados dois quilos da droga com Arkana Francyele Alves de Souza, de 24 anos.

Após algumas indagações, a infratora informou onde teria pegado o material ilícito, indicando que havia mais droga no local. Ao chegar à Rua São Luiz, na Grota Bom Jesus, no Benedito Bentes, os policiais avistaram vários indivíduos, que empreenderam fuga com a aproximação das viaturas. No entanto, após uma varredura no perímetro, uma mochila foi encontrada numa casa abandonada com 7,5 de cocaína.

Diante das constatações, a acusada e os 9,5 quilos da droga foram levados à Central de Flagrantes, no bairro do Farol, para a realização dos procedimentos cabíveis. Junto à Polícia Judiciária, Arkana Franciely foi autuado pelo crime de Tráfico de Entorpecentes.

Mais drogas apreendidas

Também no sábado (22), a guarnição do Supervisor de Operações do 5º BPM apreendeu 400 gramas de maconha, um celular e R$ 14,00 no bairro do Benedito Bentes. O material foi encontrado com Bruno Rafael Correia da Silva, de 21 anos, e um adolescente de 17 anos após abordagem a uma motocicleta em alta velocidade. Os dois foram encaminhados à Central I para as medidas necessárias. Bruno Rafael ficou preso sendo autuado pelos crimes de Tráfico de Entorpecentes e Corrupção de Menores. Já o adolescente foi autuado por Ato Infracional análogo ao crime de Tráfico e, em seguida, liberado.

Fonte: Ascom PM/AL

Comentários

MAIS NO TH