Polícia

19 de dezembro de 2018 23:05

Guardas municipais de Maceió são capacitados para uso de armas não-letais

Armas são do modelo Spark Z 2.0, que disparam dois dardos capazes de neutralizar, sem causar lesão permanente ou morte

↑ Foto: Assessoria

Nesta quarta-feira (19), a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) iniciou a capacitação de 200 guardas municipais para uso dos dispositivos elétricos incapacitantes. As armas não-letais são do modelo Spark Z 2.0, que disparam dois dardos capazes de neutralizar, sem causar lesão permanente ou morte.

As armas de efeito moral, fabricadas pela Condor, possuem chips que possibilitam identificação e rastreamento, além de registrarem todos os disparos e ciclos de choques utilizados em campo.

Na oportunidade, o coordenador de Treinamento da Condor e coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro, Ricardo Soares, ressaltou que importantes órgãos de segurança receberam exatamente o mesmo treinamento que a Guarda Municipal de Maceió.

“Semana passada, formamos uma turma de 120 multiplicadores na Guarda Civil do Rio de Janeiro, que estão estendendo essa capacitação para sete mil homens. Além disso, outras GM’s como a de Niterói e de Ribeirão Preto também receberam essa capacitação nos últimos meses. Isso demonstra a importância que Maceió está tratando a capacitação dos seus agentes”, pontuou.

Para o inspetor-geral da Guarda, Armando Correia dos Santos, esse é um momento importante na história da corporação. “O equipamento é de extrema utilidade para evitar o uso da arma letal, sobretudo porque nossa prioridade é o trabalho com Segurança Comunitária”, disse.

A subinspetora Simone Ramos é uma das alunas e fala da expectativa com o equipamento. “O nosso desejo é que, com esse treinamento, a Guarda possa dar um passo para o futuro e possamos estar mais preparados”, frisou.

O representante da Condor no Nordeste, Marden Santos, informa que o equipamento é fabricado apenas em quatro países no mundo, Estados Unidos, Rússia, China e no Brasil. “A Condor é uma empresa nacional com 30 anos de atuação e, atualmente, líder global em tecnologia de dispositivos não-letais”, disse.

O secretário municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social, coronel Ivon Berto, esteve presente no início do curso. “Os equipamentos vão auxiliar a Guarda Municipal numa melhor prestação de serviços para a sociedade. Estaremos mais presente para a segurança comunitária da sociedade maceioense”, frisou.

O gestor ressalta ainda que a participação dos agentes no treinamento demonstra a adesão da corporação. “Alguns guardas foram convocados e outros se voluntariaram. É mais um recurso para garantir a segurança da sociedade dentro de uma política adequada da gradação de uso da força”, complementou.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH