Polícia

21 de novembro de 2018 15:39

Polícia Militar de Alagoas lança novo Sistema Correcional da Corporação

Evento foi presidido pelo subcomandante-geral da PM, coronel Wilson da Silva

↑ Polícia Militar de Alagoas lança novo Sistema Correcional da Corporação, o SisCorreg (Foto: Ascom PM/AL)

Na manhã desta quarta-feira (21), a Polícia Militar de Alagoas lançou o novo Sistema Correcional da Corporação, o SisCorreg, no auditório do Campus Farol, do Centro Universitário Uninassau, na parte alta de Maceió. O evento foi presidido pelo subcomandante-geral da PM, coronel Wilson da Silva.

O SisCorreg deve dinamizar os processos e procedimentos administrativos, diminuindo a burocratização, aumentando a padronização e o controle dos documentos, facilitando assim os trabalhos correcionais da Polícia Militar, e, agregando mais eficiência aos serviços delegados.

“O Sistema veio para padronizar todos os processos e dar agilidade nos trabalhos desenvolvidos pela Corregedoria. Vai dar para acompanhar prazos e encarregados na atuação dos trabalhos. Os benefícios são inúmeros”, afirmou o corregedor-geral da Corporação, coronel Reinaldo Cavalcante.

A nova ferramenta, desenvolvida pela Seção de Informática do Estado-Maior Geral (6ª Seção), foi projetada por uma comissão sob a coordenação do tenente-coronel Gerônimo do Nascimento, que há um ano vem medindo esforços com a equipe para o funcionamento do sistema, que se encontra também alinhado com a política do Estado de Alagoas, que vem promovendo a virtualização dos processos.

Para ele, o SisCorreg não mudará a forma da execução dos atos apuratórios, pois o rito processual continuará seguindo o estabelecido pelas legislações castrense e penal, e além de dar mais agilidade aos trabalhos da Corregedoria, haverá um enorme ganho com a eliminação total do uso de papéis.

“Nesta esteira, desapareceu também a necessidade de impressões, o que é um grande alívio, tanto para os oficiais encarregados de procedimentos como para a própria corregedoria, que sofre com constante escassez de suprimentos. O grande número de impressões serão completamente eliminados. Outro grande problema é o armazenamento e a gestão dos processos que após concluso são arquivados, formando um banco de informações constantemente crescente. O aumento constante do volume desses processos gera uma preocupação constante ao Corregedor, em razão de começar a faltar espaço para armazenamento. Este problema deixará de existir com a entrada em funcionamento do Siscorreg”, reforçou o oficial que gerenciou os trabalhos.

Durante o lançamento, o coronel Wilson da Silva, representando o comandante-geral da Briosa, por este estar participando da reunião do Conselho Nacional dos Comandantes-gerais, em Foz do Iguaçu/PR, assinou a Portaria Normativa que dará publicidade e implementará oficialmente o Siscorreg no âmbito da Polícia Militar de Alagoas. A portaria será publicada no Boletim Geral Ostensivo, da próxima segunda-feira (26).

De acordo com o oficial superior, o sistema traz ganho não só para a Corporação, mas também para todos os alagoanos.

“O sistema nos traz uma facilidade muito grande, mas também nos traz uma cobrança. Pois teremos o controle daqueles que estão realizando os trabalhos e também dos que deixam as atividades em segundo plano. Ganha a Corporação e também a população, que através do Ministério Público, da Justiça, do Conselho de Segurança, que acompanham os trabalhos, terão um facilitador para obtenção de respostas do que vem sendo apurado pela Corregedoria”, afirmou o subcomandante-geral da PM.

Todos os oficiais da Corporação passaram por capacitação e a expectativa é que eles estejam prontos para a realização das movimentações nos Processos Administrativos que apuram, através do novo Sistema Correcional.

A solenidade do lançamento do Siscorreg contou com a participação dos coronéis Adroaldo Goulart (Comandante do CPI) e Thúlio Emery (Diretor de Pessoal), do reitor da Uninassau, Avelino Balbino, do corregedor da Secretaria de Segurança Comunitária e Convívio Social de Maceió, Marcos Lima Lopes, além de todos os oficiais da Capital.

Fonte: Ascom PM/AL

Comentários

MAIS NO TH