Polícia

17 de novembro de 2018 11:00

Foragido da Justiça da Paraíba é detido com documentos falsos em Japaratinga

PF e 6º BPM detiveram Flávio de Lima Monteiro, de 36 anos

↑ Identidade que ele portava tinha nome de Gileno Freire Rodrigues (Foto: Divulgação / Ascom SSP-AL)

Na manhã deste sábado (17), equipes do 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e policiais federais prenderam Flávio de Lima Monteiro, de 36 anos, durante uma operação conjunta realizada no município de Japaratinga, Litoral Norte de Alagoas.

Flávio, também conhecido como “Fatoca”, é considerado o chefe do tráfico de drogas em Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, e comandava as ações de dentro do Presídio de Segurança Máxima da Paraíba até 10 de setembro deste ano, quando junto com mais 91 reeducandos fugiram explodindo um dos muros do local.

Os policiais chegaram até o foragido após uma denúncia anônima de que traficantes, passando-se por veranistas, estariam se escondendo num casa de praia do município litorâneo alagoano. Ao ser abordado, Fatoca estava de posse de uma identidade falsificada em nome de Gileno Freire Rodrigues.

Foi constatado junto a Superintendência Regional da Polícia Federal da Paraíba que o reeducando tem dois Mandados de Prisão em aberto, com mais de 20 anos de condenação de privação de liberdade cada um. Fatoca é um dos líderes da facção criminosa denominada Okaida.

Após as constatações, Flávio de Lima Monteiro foi então encaminhado à Delegacia Regional de Matriz de Camaragibe para a realização dos procedimentos cabíveis. A prisão foi comunicada à Secretaria de Segurança Pública da Paraíba.

foto

(Foto: Divulgação / Ascom SSP-AL)

Fonte: Ascom PM/AL

Comentários

MAIS NO TH