Polícia

18 de outubro de 2018 10:37

Adolescente de 14 anos desaparece e familiares fazem campanha por notícias

Pai de Gisele dos Santos Duarte chegou a falar com ela por telefone

↑ Redes sociais

A adolescente Gisele dos Santos Duarte, de 14 anos, está desaparecida desde a noite da última terça-feira (16) quando saiu de casa, no Conjunto José da Silva Peixoto, no bairro do Jacintinho, em Maceió, para ir a um mercadinho comprar doces. Familiares da menina, que sofre de uma síndrome rara, estão aflitos pela falta de notícias.

Nesta quinta-feira, o pai da jovem, Gerdiael dos Santos conseguiu falar com a filha por telefone. Gisele não informou onde estava e disse que não teria como enviar fotos do local.

Reunião no Ministério Público

Aconteceu na manhã desta quinta-feira uma reunião entre a promotora Marluce Falcão, coordenadora do Programa de Identificação e Localização de Pessoas Desaparecidas em Alagoas (Plid/AL), familiares e delegados da Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) para falar sobre o caso da jovem Gisele dos Santos Duarte. A promotora pediu a busca ativa de imediato. No próximo dia 22, às 15h, acontecerá uma nova reunião, dessa vez com veículos de comunicação, quando deve ser fechado um protocolo de divulgação de pessoas desaparecidas.

A PC/AL está encarregada de realizar busca de imagens de Gisele para tentar encontrar a jovem. Pessoas próximas como familiares e amigos serão ouvidas. O Ministério Público divulgou que o responsável pelo desaparecimento deve ser responsabilizado. A promotora acredita que a jovem ainda está em Maceió e que pode ser encontrada ainda nesta quinta.

Busca pela jovem

O pai da adolescente, Gerdiael dos Santos, registrou boletim de ocorrência na quarta-feira (17) e desde então iniciou uma campanha nas redes sociais na tentativa de encontrar a filha. Ele afirma que a menina nunca saiu de casa e passou tanto tempo sem dar notícias. Sempre saiu acompanhada dos pais.

Gisele sofre da Síndrome de Borderline, também chamada de transtorno de personalidade limítrofe, que é caracterizada pelas mudanças súbitas de humor. Especialistas explicam que pessoas com a síndrome têm momentos em que estão estáveis, alternando com surtos psicóticos, manifestando comportamentos descontrolados. Os pais estão preocupados e afirmam que ela precisa tomar remédios para dormir.

Nas últimas imagens da garota, capturadas por câmeras de segurança do bairro, Gisele aparece usando vestido listrado e com os cabelos longos soltos. Quem encontrar a adolescente pode ligar para o Disque Denúncia da Polícia Civil  através do 181, ou nos números da família: 9 9941-2544 e 9 8754-0654.

Matéria atualizada às 15h54

Fonte: Redação / Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH