Polícia

15 de outubro de 2018 15:49

Violência volta a assustar moradores de Maragogi

Foram três homicídios registrados entre o sábado (13) e o domingo (14) na região

↑ Delegacia de Maragogi (Foto: Reprodução)

Os moradores de Maragogi, no litoral Norte de Alagoas, presenciaram um dos fins de semana mais violentos desse ano. Foram três homicídios registrados entre o sábado (13) e o domingo (14). Além disso, dois chefes do tráfico foram mortos em confronto com a polícia na última quinta-feira, dia 11, na localidade do “Risca Faca”, no conjunto Deda Paes, além de duas pessoas que foram presas na mesma operação.

O fim de semana violento começou no sábado, 13, por volta 21 horas no Alto da Boa Vista. Um homem, identificado como “Zamba”, foi assassinado na Rua da Torre. O suspeito de cometer o crime fugiu logo após ação. No dia seguinte, a violência continuou. Por volta das 12 horas no conjunto Deda Paes, na mesma localidade do ´Risca Faca´, o adolescente Wesley de Lira Morais Silva, 16 anos, foi assassinado e teve a cabeça e a mão esquerda decepadas.

Já na noite do domingo, dia 14, o jovem Deivson José dos Santos foi assassinado com vários golpes de faca na Rua da Concórdia, no povoado São Bento. Os policiais fizeram buscas em todos os casos, mas não prendeu nenhum suspeito.

Na última quinta-feira, dia 11, a justiça de Maragogi expediu mandados de busca e apreensão no conjunto Deda Paes. A Operação Custos resultou na morte de dois suspeitos de comandar o tráfico na localidade conhecida também como Risca Faca.

Os mortos foram identificados como Maviel Williames Santos Silva, 29 anos “Carro Véio” e outro traficante foi identificado como Natanaelson Carlos de Assis, de 27 anos “Grandão”. Durante a operação duas pessoas foram presas com drogas. Jorge Henrique Siqueira de Lima, 18 anos “Jorginho” e Edvaldo Miguel Conceição da Silva. Eles foram detidos em flagrante com entorpecentes e foram encaminhados para o 92º Distrito Policial de Maragogi, no Centro da cidade litorânea.

De acordo com o Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac) da Secretaria de Segurança Pública, entre 2011 e 2014, foram registrados 8.567 homicídios em Alagoas, enquanto que entre 2015 e outubro de 2018 foram 6.789 casos, o que representa uma redução de 20,8% no número total de homicídios. Os números foram apresentados nesta segunda-feira (15) durante coletiva de imprensa concedida pelo governador Renan Filho.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

Comentários

MAIS NO TH