Polícia

7 de outubro de 2018 18:50

Eleitores com camisa de Haddad com Lula são abordados erroneamente pela PM em Alagoas

Assessoria do TRE informou à imprensa que as camisas que aparecem nesses vídeos não teriam problema de serem usadas em locais de votação

↑ Segundo TRE, eleitores tinham direito de usar camisas, porém foram abordados pela PM (Foto: Reprodução)

Neste domingo (7), em vídeos reproduzidos nas redes sociais e em aplicativos de mensagens, policiais militares de Alagoas são vistos abordando dois eleitores que estão em locais de votação no estado. Os eleitores (uma mulher e um homem) usavam a camisa do candidato à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), porém com o nome do ex-presidente Lula.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) afirmou à imprensa que é permitido aos eleitores usar este tipo de camisa. Em um dos vídeos, a pessoa que filma incentiva a prisão da eleitora e sugere que a mulher está enganando o povo porque só seria permitido apenas o nome do candidato Haddad.

A assessoria do TRE informou à imprensa que as camisas que aparecem nesses vídeos não teriam problema de serem usadas em locais de votação, pois não seria uma propaganda irregular, já que não está pedindo voto diretamente para o Lula.

Ainda de acordo com o TRE, os eleitores abordados podem denunciar a ocorrência à Polícia Federal (PF) ou na ouvidoria do TRE para que a conduta policial seja apurada.

ASSISTA:

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH