Polícia

12 de setembro de 2018 13:03

Polícia cumpre mandados contra integrantes de organizações criminosas

Operação ocorre nas cidades de Paripueira e Passo de Camaragibe, Região Norte

↑ Polícia apreendeu armas e munições durante a operação (Foto: SSP-AL)

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) deflagrou, nesta quarta-feira (12), uma operação integrada com o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão expedidos pela 17ª Vara Criminal contra suspeitos de integrar duas organizações criminosas com atuação em Alagoas. Denominada de Maré Mansa, a operação ocorre nas cidades de Paripueira e Passo de Camaragibe, na Região Norte do estado.

A operação Maré Mansa é fruto de um trabalho integrado realizado pela SSP/AL, DRN, 3ª CIA/I e 6º Batalhão de Polícia Militar de Alagoas, que, após seis meses de investigação, constatou a atuação de duas organizações criminosas nas cidades do Litoral Norte.

Em Paripueira, a organização criminosa é chefiada por duas pessoas que, mesmo presas, comandavam o tráfico de drogas na região. Já em Passo de Camaragibe, o grupo que liderava o tráfico tinha ligações com a outra organização.

Ação foi deflagrada nas cidades de Paripueira e Passo de Camaragibe (Foto: Cortesia SSP)

Foram presos, em virtude dos mandados de prisão em Paripueira, Edvan Lourenço dos Santos (Coroa), Dewyson Soares (Deivinho), Rodolfo Santos da Silva, Josivaldo Araújo da Silva (Fininho), Stevan Keven Oliveira do Carmo (Estevão) e Wylliames dos Santos (Tafarel). Já em Passo de Camaragibe, as equipes policiais prenderam Viviane da Silva Nascimento, Pedro Rubem dos Santos e um homem identificado como Manassés. Com ele, foram encontrados dois revólveres calibre 38, com 5 munições do mesmo calibre, e dois recipientes contendo esferas de chumbo.

Em outra residência alvo da operação, foram apreendidos 400 gramas de maconha prensada e uma espingarda calibre 36.

Participam da ação equipes da 3ª Cia, Radiopatrulha (RP), Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre), Asfixia, Operação Policial Litorânea (Oplit), Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e 6º BPM, com apoio do Grupamento Aéreo.

A população pode ajudar passando informações pelo Disque Denúncia 181.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH