Polícia

16 de agosto de 2018 16:57

Furtos de cabos prejudicam iluminação em bairros de Maceió

Superintendente da Sima informou que, somente em um desses furtos, foram levados 550 metros de cabos de fios de cobre

↑ Furto de cabos gera prejuízos econômicos e sociais para população de Maceió (Foto: Divulgação)

O número de furtos de cabos de fios de cobre tem aumentado durante todo esse ano de 2018. Na Avenida Pierre Chalita, principal ponto de ligação entre os bairros da Serraria e Jacarecica, os técnicos da Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), identificaram a terceira área onde foi levada a fiação por criminosos. Mesmo mudando o cabeamento para aéreo e não mais subterrâneo, os furtos continuam quase diariamente.

“Os prejuízos são muitos. Toda semana tem furto. Infelizmente, nos últimos tempos roubaram uma quantidade imensa de cabos em Cruz das Almas que deixou toda aquela região no escuro e a gente precisa solicitar da empresa que presta serviço à Prefeitura que faça a reposição, então têm que ser comprados novos cabos, tem gasto com mão de obra. A gente poderia levar iluminação de LED para mais comunidades, no entanto, estamos refazendo o trabalho”, disse o prefeito Rui Palmeira, reforçando o apelo às polícias Civil e Militar para que combatam esses furtos constantes e achem o receptador. “Os furtos só ocorrem porque tem quem compre e os prejuízos são enormes para a população de Maceió”.

O superintendente da Sima, Frederico Lins, informou que, somente em um desses furtos, foram levados 550 metros de cabos de fios de cobre. “Existem mais dois pontos na Pierre Chalita que precisam ser levantados os prejuízos, então é um problema sério o furto de cabos na cidade. Deixamos de investir em iluminação para recuperar o que foi levado”, relatou.

Após levantar os prejuízos nos pontos da Avenida Pierre Chalita, a Sima deverá começar a recuperar a iluminação no local até o final deste mês. Mas somente com o aumento do policiamento na região, é possível combater os furtos, já que mesmo renovando o cabeamento, a ação criminosa volta a acontecer.

“Além do problema social, ficamos com uma área totalmente às escuras. As pessoas têm medo de se locomover, e ainda têm os riscos de acidentes, a falta de segurança, esse é o maior problema para a cidade”, disse o superintendente Frederico Lins.

Furtos na orla de Cruz da Almas continuam

Na noite da última terça-feira (14), os técnicos da Sima identificaram mais furtos na orla de Cruz das Almas. Vários boletins de ocorrência forem feitos pela superintendência, mas até o momento os criminosos continuam a agir e a prejudicar a população de Maceió. A falta de iluminação pública prejudica motoristas, moradores e pedestres que se sentem inseguros durante a noite, devido à escuridão.

Neste ano, a Sima já repôs cabos furtados em vários bairros de Maceió, como no Pontal, no Centro, na Universidade Federal de Alagoas, em Jacarecica e está realizando o levantamento de danos causados por outros furtos durante estes oito meses de 2018.

Denúncias podem ser feitas por telefone ou aplicativo

A Sima pede à população que denuncie situações como furto de cabos e outras demandas de iluminação pública através dos três canais de atendimento da superintendência: o Disque Luz (0800 031 9055), o site da Prefeitura de Maceió (www.maceio.al.gov.br/disqueluz) ou o aplicativo Cidade Iluminada (disponível no Google Play e na Apple Store). Os moradores também devem acionar a Polícia Militar para denunciar estas ações criminosas pelo número 190.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH