Polícia

10 de abril de 2018 18:43

Perícia identifica corpo encontrado na zona rural de Rio Largo

Laudos serão encaminhados para delegacia responsável pela investigação

↑ Matheus Fabrício residia no bairro da Forene (Foto: Arquivo pessoal)

A chefia especial do Instituto de Medicina Legal Estácio confirmou, na tarde desta terça-feira (10), que o corpo encontrado nas terras da Usina Utinga Leão, em Rio Largo, na região metropolitana de Maceió, é do jovem Matheus Fabrício Gomes dos Santos, de 18 anos de idade. O cadáver foi identificado através do exame de necropapiloscopia.

Matheus Fabrício residia no bairro da Forene com familiares e misteriosamente desapareceu no domingo de Páscoa, no dia 1 de abril. O corpo foi encontrado na noite da sexta-feira (6) em um canavial, já em estado avançado de decomposição, sendo necessário o exame para confirmação da sua identidade.

Uma equipe do Instituto de Criminalística comandada pelo perito criminal Victor Portela, esteve no local e periciou a cena do crime. Além das lesões que provocaram a morte da vítima, o perito constatou algumas tatuagens, que juntamente com as vestes do cadáver ajudaram a policia civil, a coligar os restos mortais como caso da vítima desaparecida. “Durante o exame pericial constatei duas lesões pérfuro-contusas compatíveis com projéteis de arma de fogo na região da cabeça. Também verifiquei a existência de uma lesão no joelho esquerdo da vítima.” Afirmou o Victor Portela.

Tanto o laudo cadavérico, como o de local de crime, quando prontos, serão remetidos para o 24º Distrito Policial (24º DP) em Rio Largo, responsável pela investigação do crime. Os restos mortais da vítima foram liberados para a família realizar o sepultamento.

Fonte: Tribuna Hoje com assessoria POAL

Comentários

MAIS NO TH