Polícia

26 de março de 2018 10:21

Policial militar é atingida no peito com tiro de espingarda calibre 12 durante assalto

Vítima é lotada do 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Maragogi; crime aconteceu em cidade pernambucana

↑ Policial militar foi atingida por disparo de espingarda calibre 12 (Foto: Divulgação)

A soldado identificada como Jaiane Rose, lotada do 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Maragogi, foi baleada com um tiro de espingarda calibre 12 no peito quando voltava para casa depois de realizar a prova do concurso do Tribunal de Justiça de Alagoas, neste domingo (25).

Segundo informações, a policial militar estava com o marido quando foram abordados por suspeitos que anunciaram o assalto na cidade de Jundiá, em Pernambuco. Ao perceberem que se tratava de uma militar, os homens teriam efetuado os disparos.

A vítima foi atingida no pulmão e perdeu três dedos da mão esquerda.

Os criminosos levaram o veículo S10 branco e placa PGO 5663 de Gameleira/PE.

A vítima foi socorrida e está internada em estado grave no Hospital Dom Hélder Câmara. Em nota emitida ainda na noite de ontem, a unidade hospitalar informou que a soldado não sofreu lesões em órgãos nobres e apesar da gravidade, seu quadro geral era considerado estável. O marido da militar não foi ferido.

Em Alagoas, a militar já havia atuado no 2º BPM, em Joaquim Gomes, e havia sido transferida para o 6º, em Maragogi. O batalhão está mobilizado na tentativa de localizar os suspeitos, que estavam em um Voyage branco e estavam armados com duas escopetas e um revólver. Seriam pelo menos três suspeitos envolvidos no crime, que fugiram em direção a Gameleira.

O comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas, coronel Marcos Sampaio, disse que não poupará esforços para prender os acusados e que conta com o apoio da polícia de Pernambuco.

Criminosos fugiram levando veículo da vítima (Foto: Divulgação)

Fonte: Tribuna Hoje / Redação

Comentários

MAIS NO TH