Polícia

2 de agosto de 2017 08:03

Suspeito de assaltos que renderam mais de R$ 1,2 milhão é achado morto

Corpo de 'Sapo' foi encontrado dentro da mala de um carro em um canavial de Satuba

Suspeito de assaltos a banco que renderam mais de R$ 1,2 milhão, José Edvaldo de Souza Luna, de 26 anos, foi encontrado morto nesta terça-feira (1º), dentro da mala de um veículo abandonado em um canavial do município de Satuba, na região metropolitana de Maceió.

José Edvaldo, conhecido como “Sapo”, já havia sido apresentado pela Polícia Civil (PC) como responsável pelos assaltos. O carro e o corpo foram encontrados por populares durante a tarde e a polícia foi acionada.

Segundo informações da polícia, o suspeito foi morto a pauladas, que atingiram a cabeça e o rosto. O cadáver foi encontrado no veículo Classic branco e placa QLC 2855, sem qualquer queixa de roubo. A polícia não informou, no entanto, se o veículo pertence ao assaltante.

Histórico

Em dezembro de 2009, Sapo foi apresentado pela delegada Ana Luiza Nogueira e apontado como integrante de uma quadrilha especializada em assalto a terminais eletrônicos. A polícia chegou ao bando após seis meses de investigação. Os assaltantes teriam roubado R$ 1,2 milhão das agências do Unibanco do Farol e Centro.

Ainda na época da apresentação à imprensa, a PC afirmou que Sapo era integrado do Primeiro Comando da Capital (PCC), organização criminosa que teve origem no Estado de São Paulo.

Fonte: Redação

Comentários

MAIS NO TH