Polícia

29 de dezembro de 2016 13:07

IML identifica suspeitos mortos durante confronto com a polícia

Trio suspeito de integrar a facção Comando Vermelho já tinha passagem pela polícia

↑ Familiares aguardam exame de DNA no IML de Maceió para comprovar identificação

O Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima (IML) identificou, na manhã desta quinta-feira (29), os corpos dos três homens mortos em confronto com policiais militares no bairro Chã da Jaqueira. O grupo teria atirado contra as guarnições durante abordagem policial na noite de ontem. 

De acordo o perito médico-legista Fernando Marcelo, chefe especial do IML, os corpos foram identificados por familiares das três vítimas que compareceram à unidade para fazer o procedimento de identificação. Todos os três mortos já tinham passagem pela polícia. 

O primeiro foi identificado como Marilson Antônio Izidorio Martins, de 21 anos, alagoano, solteiro, natural de Maceió. Ele já foi preso por roubo em agosto de 2015 e por tráfico de drogas em setembro deste ano. O segundo foi identificado como Epitácio Cerqueira dos Santos, de 27 anos, preso em maio de 2009 pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

O último foi identificado como Alison Bruno de Carvalho Silva, também alagoano, e acusado de vários crimes. Ele foi preso em março de 2009 por porte ilegal de arma de fogo em Maceió, em 2010 por lesão corporal em Joaquim Gomes. No ano de 2011, foi acusado de invasão de domicílio em Coruripe e foi preso por homicídio qualificado, de um crime ocorrido em abril de 2014, que vitimou Wanderson Kleyson Batista Lopes.

 Os corpos serão liberados do IML no início da tarde desta quinta-feira, após a conclusão do exame cadavérico. O resultado dos laudos será remetido para a Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), responsável pela investigação do caso.

 

Fonte: Da redação, com assessoria

Comentários

MAIS NO TH